Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Internacional
Domingo - 27 de Maio de 2007 às 18:12

    Imprimir


PP e PSOE mantêm redutos e conservadores vencem em Madri, segundo pesquisas O governista Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) e o Partido Popular (PP, conservador) mantêm seus tradicionais redutos eleitorais nas eleições locais e regionais realizadas hoje na Espanha, segundo as pesquisas divulgadas pela televisão pública (TVE).

O PP "arrasou" em Madri, onde já tinha a Prefeitura e a Presidência regional, mas perde apoio no País Basco, de acordo com as mesmas pesquisas.

Em Navarra, vizinha do País Basco e com uma minoria que defende a independência e a união com essa região, pode acontecer uma mudança e a União do Povo Navarro (UPN) - a marca eleitoral do PP na comunidade - perder o poder em benefício da coalizão nacionalista Nafarroa Bai, que se transforma na primeira força em Pamplona, capital de Navarra.

Nas Ilhas Baleares, os populares também poderiam perder o Governo regional, segundo a pesquisa realizada pela empresa Ipsos-Consulting para a "RTVE".

Segundo esses dados, o PP obtém maioria absoluta em Castela e Leão, Madri, Murcia, La Rioja, Comunidade Valenciana e nos territórios autônomos de Ceuta e Melilla (no norte da África); e o PSOE em Astúrias, Aragão, Castela La Mancha e Extremadura.

Na região das Canárias, o arquipélago espanhol no Atlântico, foi registrado um importante aumento dos votos nos socialistas, embora possam ser insuficientes para governar.

Outro dado de destaque destas eleições foi a diminuição da participação, que ficou em torno de 50,55% - de acordo com as últimas informações - quase quatro pontos menos que nas anteriores, em 2003. No caso da região da Catalunha, a queda foi de quase 10 pontos.

Os espanhóis elegeram hoje seus representantes nas Prefeituras e nos Governos regionais de 13 das 17 comunidades autônomas que formam o Estado espanhol. Galícia, Catalunha, Andaluzia e o País Basco têm calendário diferente.

Os resultados deste pleito são considerados um indicador das intenções de voto nas eleições gerais de março de 2008. Na Espanha, existe uma tendência apontando que o partido que ganha no total de votos das eleições municipais e regionais é também o vencedor no pleito geral seguinte.

O "número dois" do PSOE, José Blanco, afirmou que as pesquisas de boca-de-urna refletem que os socialistas manteriam seus Governos autônomos e as Prefeituras das capitais de província, e poderiam ganhar três regiões e várias capitais.

O secretário de Comunicação do PP, Gabriel Elorriaga, disse que os resultados "representarão uma consolidação dos populares onde já governam e uma melhora em outras regiões".





Fonte: EFE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/225076/visualizar/