Repórter News - reporternews.com.br
Saúde
Terça - 22 de Maio de 2007 às 13:50

    Imprimir


Até 60 mil pessoas morrem por ano por excesso de exposição ao sol, segundo um relatório divulgado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Cerca de 48 mil dessas mortes são causadas por melanomas malignos e 12 por outros tipos de câncer de pele.

"Felizmente, doenças causadas por raios ultravioletas como melanomas malignos, outros cânceres de pele e cataratas são inteiramente preveníveis", disse Maria Neira, diretora para Saúde Pública e Meio Ambiente da OMS.

Os raios ultravioletas também causam queimaduras e envelhecem a pele, segundo o primeiro relatório da organização que mede os problemas globais causados pelo excesso de sol.

Outros fatores

Medidas simples, como se proteger do sol, evitariam as mortes.

Poucas quantidades de exposição solar são benéficas e essenciais para a produção de vitamina D pela pele.

A intensidade dos raios ultravioletas varia de acordo com o horário e a época do ano. Os índices mais altos são registrados entre as 10h e 14h.

A latitude e a altitude também influem. Quanto mais próximo da linha do Equador, maior a exposição.

Cada terreno reflete os raios ultravioletas de forma diferente. Grama, terra e água refletem menos de 10% dos raios ultravioletas, a neve fresca chega a refletir 80%, a areia da praia, 15%, e a espuma do mar, cerca de 25%.





Fonte: BBC Brasil

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/226005/visualizar/