Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Terça - 24 de Abril de 2007 às 14:24

    Imprimir


O PT vive a expectativa de que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) enterre de vez o escândalo do dossiegate que marcou as últimas eleições. O presidente nacional do partido, deputado Ricardo Berzoini (SP), disse esperar do TSE um "julgamento justo" que, no seu entender, significa o arquivamento do processo.

"Acredito que todos os elementos apontam para que haja o encerramento desse caso. Não há correlação entre a representação [do PSDB e DEM] e a campanha do presidente Lula", afirmou. "Minha expectativa é que o julgamento seja justo", reiterou.

Berzoini era coordenador nacional da campanha de Lula quando o escândalo veio à tona. Depois da denúncia, ele foi afastado do cargo.

Berzoini, o próprio Lula, além do ex-ministro Márcio Thomaz Bastos, do ex-assessor da Presidência Freud Godoy, do empresário Valdebran Padilha e do advogado Gedimar Passos são réus na ação que deve ser julgada hoje pelo TSE. Se forem condenados, podem ficar inelegíveis por três anos, além de perder o mandato atual.

Todos são acusados de tentarem comprar um dossiê com denúncias contra o atual governador de São Paulo, José Serra (PSDB), e o tucano Geraldo Alckmin, que disputou com Lula a reeleição. O dossiê teria como objetivo fragilizar a campanha dos dois tucanos.

O julgamento seria na semana passada, mas foi adiado porque o relator, o ministro César Asfor Rocha, não compareceu à sessão. A expectativa é que julgamento entre na pauta porque Rocha deixará o cargo de corregedor do tribunal.





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/230784/visualizar/