Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Segunda - 26 de Março de 2007 às 08:58

    Imprimir


A coordenação do MST que está gerenciando há cerca de 30 dias, um acampamento as margens da MT 110, que liga Nortelândia a Alto Paraguai, onde estão acampadas cerca de 170 famílias e outras 400 aguardam autorização da coordenação para armar acampamento, numa área cedida através de comodato, por um pequeno proprietário rural, anunciou nesta sexta-feira (23), que já escolheu oito áreas passiveis de desapropriação na região, mas preferiu não revelar quais são informando apenas que já solicitaram ao Incra, uma vistoria nas áreas escolhidas, que ainda não foi feita, por que o órgão está ocupado pelo movimento.

Um dos lideres do acampamento do MST, que funciona como base de operação no Médio-Norte, Cezar Leite, adiantou que as propriedades estão localizadas nos municípios de Nortelândia, Arenápolis, Santo Afonso, Alto Paraguai e Diamantino, e que não pretendem invadir nenhuma delas. “Não é nossa intenção, mas se houver necessidade podemos ocupar as áreas” destacou ele.

De acordo com o coordenador, este modelo de acampamento, em Nortelândia, através de comodato com o MST, é modelo no estado, e que fincaram a bandeira na região de forma pacifica e ordeira, objetivando chamar a atenção para a luta pela terra.

A cada dia novas famílias, chegam de várias partes do estado, para montar acampamento na base operacional do MST.





Fonte: O Documento

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/235089/visualizar/