Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Quarta - 14 de Março de 2007 às 08:17
Por: Sonia Fiori

    Imprimir


A Comissão Provisória do Partido da República (PR), presidida no Estado pelo governador licenciado Blairo Maggi (PR), recebeu a integração nesta semana de mais dois membros: os deputados estaduais Roberto França e Sebastião Rezende. No entanto legalmente o partido no Estado ainda não está constituído, o que deverá gerar o atraso das ações do PR em Mato Grosso.

De acordo com o secretário-geral do partido, Wellington Fagundes, a integração de mais dois membros à comissão visa consolidar maior representatividade no Estado. “O deputado Sérgio Ricardo preferiu fazer parte da comissão provisória municipal do PR em Cuiabá. Na verdade, foi um acordo que o partido fez para buscar mais representatividade”, avaliou Fagundes.

A comissão, composta agora por 11 líderes do partido no Estado, promoveu outra mudança. O então secretário de Finanças do PR, Luiz Antônio Pagot, delegou suas funções para o deputado federal Homero Pereira (PR).

As alterações na composição da Comissão Provisória do PR passaram pela avaliação, esta semana, do governador licenciado Blairo Maggi (PR). De acordo com o secretário-geral da legenda, Wellington Fagundes (PR), “no entendimento do Pagot, Homero poderá obter melhores resultados com a função, já que possui bom trânsito na Câmara Federal”.

A Comissão Provisória do PR ainda não foi oficializada. Os documentos de registro do partido, segundo Fagundes, já foram enviados à nacional do partido. A ata deverá na seqüência ser encaminhada para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Cabe ao TSE encaminhar posteriormente o pedido de registro para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). “Estamos aguardando o trâmite dos documentos para a oficialização do partido. Também precisamos abrir o CNPJ do partido”, lembrou.

A Comissão Provisória do PR no Estado ficou assim composta: governador licenciado Blairo Maggi como presidente do PR Estadual. Deputados federais Wellington Fagundes e Homero Pereira, respectivamente, ocupando as funções de secretários geral e financeiro do partido. A comissão é integrada ainda pelo secretário estadual de Educação, Luiz Antônio Pagot, ex-deputado Hermínio Barreto; prefeito de Rosário Oeste Zeno Gonçalves, deputados estaduais João Malheiros, Roberto França e Sebastião Rezende e ainda Adjaime Ramos.

De acordo com Luiz Antônio Pagot, a demora na oficialização da constituição do PR no Estado provocará o adiamento de ações previstas anteriormente. Pagot havia anunciado que após o dia 19 de março pelo menos três equipes do PR iriam percorrer Mato Grosso visando à organização do partido. Os trabalhos também estariam centrados na constituição das comissões provisórias municipais do PR. Entretanto, as ações com esse objetivo só deverão ocorrer em abril, avaliou. “Infelizmente, o atraso com a documentação vai atrasar as ações aqui no Estado”, ponderou.





Fonte: Diário de Cuiabá

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/236829/visualizar/