Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Nacional
Sábado - 13 de Janeiro de 2007 às 18:49

    Imprimir


O serviço de inteligência da Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro descobriu um plano para matar o novo secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes. Segundo informações da secretaria de segurança, criminosos planejavam o atentado para quinta-feira à noite. Por coincidência, Côrtes estava jantando com o novo secretário de segurança, José Mariano Beltrame, quando este último recebeu por telefone a informação sobre o plano. Côrtes permaneceu no local enquanto Beltrame acionava reforço policial para garantir a segurança do secretário de Saúde.

As investigações sobre o plano foram feitas com a ajuda de escutas telefônicas. Segundo a secretaria de segurança, o atentado foi planejado por pessoas insatisfeitas com as mudanças que Côrtes efetuou após assumir a pasta da Saúde. Inicialmente, os criminosos planejavam matar o secretário na última terça-feira - porém, naquele dia, Côrtes visitava o Instituto Médico Legal (IML), acompanhado de Beltrame e do novo comandante da Polícia Militar, coronel Ubiratan de Oliveira Ângelo, com forte policiamento.

O plano foi adiado para quinta-feira, quando foi frustrado pela Secretaria de Segurança. Desde a notícia do atentado contra a sua vida, o secretário de Saúde está sob guarda 24 horas de policiais do Core (Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais). Antes de assumir a secretaria de Saúde, Côrtes foi diretor do Instituto Nacional de Traumato-Ortopedia (Into), cargo que assumiu desde 2002. Quando ocupava essa posição, ele sofreu várias ameaças de morte, por ter descoberto esquema de fraudes envolvendo licitações irregulares. Côrtes também foi ameaçado quando foi o coordenador da intervenção federal em hospitais do Rio, em março de 2005.





Fonte: AE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/248671/visualizar/