Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Comportamento
Quarta - 06 de Março de 2013 às 20:39

    Imprimir


Thinkstock

Noites em claro, troca de fraldas, adaptação à nova rotina com um bebê: todas essas novidades fazem parte de quem acabou de ter filho e podem ser bastante cansativas para a mãe. Nesse turbilhão de novas experiências, a maioria das mulheres deixa a vida sexual de lado por um bom tempo, mesmo porque o corpo ainda está se recuperando do parto.


Mas quanto tempo as novas mamães esperam para retornar ao sexo após o parto? Segundo uma nova pesquisa feita na Austrália e divulgada no Daily Mail, quase metade das participantes (41%) esperam apenas seis semanas após o nascimento da criança para voltar à atividade.


Esse índice acontece com mães mais novas (do primeiro filho) e que passaram por parto normal. Entre as mulheres mais velhas ou as que deram à luz por cesariana, o retorno à vida sexual demorou um pouco mais. O relatório mostrou ainda que existem porcentagens altas de grupos que esperam 12 semanas e alguns que esperam até seis meses.


O estudo mostrou que aquelas que tiveram relações sexuais após seis semanas do parto tinham menos probabilidade de ter passado por uma cirurgia, parto a fórceps ou que necessitaram de corte na região pélvica. No entanto, o estudo também afirmou que apenas cerca de 10% das mulheres que têm um primeiro bebê conseguem um parto natural sem uma lesão ou corte na área genital.


A pesquisa revelou ainda que a proporção de mães mais velhas que voltaram a ter relações dentro do período de seis semanas após o parto também é menor, sendo 40% entre as mulheres de 30 a 34 anos, em comparação a 63% entre aquelas com 18 a 24 anos de idade.

A avaliação foi realizada pelo Murdoch Children’s Research Institute, em Victoria, na Austrália e publicado na revista BJOG: An International Journal of Obstetrics and Gynaecology. De acordo com os especialistas, não existe um tempo certo de espera após o nascimento para retornar para o sexo. Ele é definido conforme os pais e mães se sintam confortáveis a retomar as relações com penetração.

A principal autora do estudo, a Professora Stephanie Brown, disse: "O achado mais importante do estudo é o intervalo de tempo mais longo que os casais levam para retomar o sexo após o parto. A maioria dos casais não retoma a vida sexual entre seis a oito semanas, eles demoram muito mais tempo. Esta é uma informação útil para que os casais saibam antes de seu bebê nascer, e pode ajudar a reduzir os sentimentos de ansiedade e culpa por não retomar a atividade sexual mais cedo", explica.





Fonte: Do UOL

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/26457/visualizar/