Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Terça - 24 de Outubro de 2006 às 09:52

    Imprimir


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou ao PT o pedido de direito de resposta à revista Veja, feito na quarta-feira passada. O requerimento se referia à edição com reportagem de capa intitulada "Dossiêgate - Limpeza de Alto risco", publicada no último dia 18.

Por quatro votos a três, os ministros do TSE julgaram a representação inadequada, considerando que, neste caso, deve prevalecer o artigo 220 da Constituição Federal, que estabelece que "a manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo, não sofrerão qualquer restrição".

Os advogados do PT haviam alegado que a reportagem era "caluniosa, difamatória, injuriosa e inverídica" e tinha o objetivo de prejudicar a reeleição de Luiz Inácio Lula da Silva. Sustentaram, também, que o texto fazia "afirmações precipitadas (respaldadas em denúncias anônimas) e criminosas, revelando um jornalismo acusatório, com nítido, claro e inequívoco propósito eleitoral".

O ministro Marcelo Ribeiro foi favorável ao consentimento do direito de resposta, acompanhado por Caputo Bastos e Joaquim Barbosa. "Sou leitor e assinante há décadas de diversos veículos da imprensa internacional de diversos continentes", assinalou Barbosa, "e posso dizer que nunca assisti a veículo desse porte ter um engajamento tão nítido, tão aberto como se verificou no caso desse veículo".

A maioria de votos - contrários à representação - foi formada pelos ministros Marco Aurélio, Carlos Ayres Britto, Casar Asfor Rocha e Carlos Alberto Menezes Direito. "Não posso pressupor que esse ou aquele veículo de comunicação esteja engajado (contra uma candidatura)", declarou Marco Aurélio.

O ministro Britto ainda colocou que as informações foram dispostas no texto sem afirmações plenas. "Tudo foi colocado no modo condicional do verbo, sob forma de hipotetização".





Fonte: Terra

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/266205/visualizar/