Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Sábado - 23 de Fevereiro de 2013 às 07:41
Por: PRISCILLA VILELA

    Imprimir


O Partido da Social Democracia Brasileiro (PSDB) nega que esteja buscando cargos na atual gestão da prefeitura de Cuiabá com Mauro Mendes (PSB). O deputado estadual Guilherme Maluf, derrotado nas eleições municipais que elegeram Mauro Mendes (PSB) ao Alencastro, afirma que a agremiação pode sim apoiar a gestão, mas após uma ampla discussão. 

A especulação de barganha de cargos em troca da participação no staff municipal surgiu após articulações da bancada na Câmara Municipal – liderada por Ricardo Saad, Lueci Campos e Maurélio Ribeiro - em prol do socialista. O objetivo seria alcançar com o comportamento, o comando de duas pastas para dois vereadores que não conseguiram ser reeleitos, Paulo Borges e Antônio Fernandes. 

"Sou absolutamente contra se negociar apoio em troca de cargos e secretarias. Entendo que podemos sim ajudar Cuiabá, fiscalizando e legislando tanto na Câmara de Vereadores, como na Assembleia e na Câmara Federal, agora se é para compor a base aliada, que isso seja antes de tudo definido partidariamente em prol de um projeto por Cuiabá e não em troca de cargos", ponderou o parlamentar. 

O tucano refletiu ainda que a agremiação já se prepara para o cenário eleitoral de 2014, e que é imprudente a discussão de prévias composições com Mauro Mendes. Ele destaca ainda que a discussão não passou por deliberação do deputado federal Nilson Leitão, responsável pela Executiva Estadual, e que possíveis composições ainda serão avaliadas após entendimento interno. 

"Não acredito que o presidente do partido, deputado federal Nilson Leitão, esteja pleiteando cargos ou muito menos tenha liberado os vereadores para barganhar junto à administração municipal. Estão buscando, de forma isolada, uma composição delicada que ainda vai passar por discussão interna no PSDB", reiterou. 

O PSDB integrava a base aliada do ex-prefeito Chico Galindo (PTB) e após a eleição de Mendes, se portou com neutralidade, apesar de, Maurélio Ribeiro compor a mesa diretora na Câmara. A ação de mudança de postura, seria em prol do interesse de cessar as derrotas do prefeito, visto que, ele conta com maioria de oposição declarada com 14 dos 25 vereadores contra. 

Posição - A definição sobre a posição do PSDB em relação à gestão de Mendes só deve ser anunciada no final do próximo mês. A orientação partidária é por aguardar a escolha do novo presidente do diretório municipal, que acontece dia 24 de março. 

O partido é comandado hoje por Leonel Mesquita, líder comunitário do bairro 1º de Março. Ele assumiu o cargo quando o deputado estadual Guilherme Maluf se licenciou para disputar a prefeitura da capital. Além dele, concorre ao posto o suplente de deputado Carlos Avalone.




Fonte: Do DC

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/27524/visualizar/