Repórter News - reporternews.com.br
Saúde
Sábado - 16 de Setembro de 2006 às 08:06
Por: Josi Costa

    Imprimir


Uma menina de oito anos de Campo Novo do Parecis (291 km de Cuiabá) morreu na madrugada desta quinta (14) com sintomas da Síndrome Cardiopulmonar por Hantavírus (SCPH). É a 31ª morte por hantavirose no Estado desde 1999 e a 27ª vítima no município e em outros do Médio-Norte. A garota foi internada no Hospital Municipal de Tangará da Serra, referência para a doença causada por ratos silvestres.

Segundo a superintendente da Vigilância de Saúde do Estado (Visa), Silvana Krüguer, a equipe enviada para a cidade ontem de manhã constatou que a vítima se expôs ao vírus ao brincar em um paiol da propriedade em que morava. O hantavírus é transmitido pela urina, fezes e saliva de ratos silvestres e leva à morte em 50% dos casos. Desde janeiro, a Vigilância Sanitária do Estado registrou 14 casos confirmados e há 13 suspeitos.

A superintendente disse que, apesar de a garota ter morrido com os sintomas da doença, que inclui dor nas costas, febre e dificuldade respiratória, a confirmação depende de exame laboratorial feito no Evandro Chagas, no Pará. Segundo Silvana, um trabalho para prevenir o contato com os roedores está sendo relizado com produtores e população rural. Molhar o local antes de ser varrido para evitar poeira, usar máscara durante a limpeza de galpões e manter bem fechados os locais que armazenam grãos para não alimentar os roedores.





Fonte: Gazeta Digital

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/275575/visualizar/