Repórter News - reporternews.com.br
Internacional
Sexta - 25 de Agosto de 2006 às 04:42

    Imprimir


A ex-contadora de um consultório médico declarou-se culpada de roubar mais de US$ 2,3 milhões de seu chefe para comprar bilhetes de loteria. Annie Donnelly, 38 anos, de Farmingville, Estado de Nova York, nos Estados Unidos, gastou mais de US$ 6 mil em bilhetes de lotto e loteria instantânea em um dia.

Ela pode pegar até 12 anos de prisão por roubar dinheiro da empresa Great South Bay Sugical Associates. Annie, que está presa sob uma fiança de US$ 150 mil, terá que devolver o dinheiro.

"Ela obviamente tem um problema com jogatina", disse a promotora Donna Planty. "Ela parece ter sido pega no auge da euforia."

Investigadores acreditam que Annie pode ter ganho prêmios de US$ 5 mil a US$ 25 mil, mas nunca o suficiente para combrir o valor roubado, disse Planty.

Planty diz que entre junho de 2002 e novembro de 2005, Annie fez cheques da empresa e os trocou por dinheiro, dizendo que eram pagamentos a distribuidores parceiros.

A média do valor dos cheques era de menos de US$ 3 mil, e Annie fazia em valores quebrados, para não ser descoberta. Ela também movia o dinheiro através de diferentes contas para encobrir a fraude.




Fonte: 24Horasnews

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/280580/visualizar/