Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Terça - 06 de Junho de 2006 às 17:41

    Imprimir


A Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) defendeu a modernização da lei cambial nesta terça-feira e a possibilidade de as empresas usarem os recursos com exportação para compra de insumos no exterior sem a necessidade de internar as divisas.

O presidente da entidade, Rogelio Golfarb, disse que é preciso uma atualização "A legislação foi desenhada para reter dólares e essa não é a atual realidade", disse.

Segundo Golfarb, a necessidade de trazer recursos para o país para depois realizar as importações de insumos gera um aumento de custos de 4%.

Essa é uma das medidas analisadas pelo governo para amenizar os impactos do cambio nas empresas exportadoras. Golfarb não quis comentar todo o projeto de flexibilização da cobertura cambial por envolver questões macroeconômicas.

As medidas devem ser anunciadas pelo governo nos próximos 15 dias. Segundo o ministro Luiz Fernando Furlan (Desenvolvimento), a proposta poderia ter sido apresentada no final do mês de maio se não fossem as turbulências do mercado.

BNDES

O presidente da Anfavea disse que o setor se reuniu com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e fez ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) um pedido de para ter acesso a um financiamento mais competitivo.

"Acho que as taxas de juros são mais altas do as pagas pelos nossos competidores internacionais e o BNDES ficou de estudar uma alternativa para melhor as linhas de créditos para embarque", disse Golfarb.





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/296401/visualizar/