Repórter News - reporternews.com.br
Cultura
Terça - 06 de Junho de 2006 às 17:17

    Imprimir


Os acordes da viola de cocho, executada pelo músico cuiabano, e os ritmos das danças tradicionais de três povos indígenas mato-grossenses fazem parte da cerimônia de formatura da primeira turma do projeto Terceiro Grau Indígena que está sendo realizada hoje (06) no Hotel Fazenda de Mato Grosso, em Cuiabá.

Nesta manhã (06) o reitor da Unemat, Taisir Karim, confere grau de licenciados a 186 acadêmicos índios de 44 etnias brasileiras.” É motivo de orgulho para a Unemat desenvolver e realizar a formatura dos primeiros professores indígenas de um curso específico e diferenciado” afirmou o reitor ressaltado a importância da parceria entre governo do estado, federal e prefeitura para a concretização do projeto.

Pioneiro na América Latina, o projeto foi desenvolvido pelo Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da parceria entre a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Secretaria de Estado de Educação(Seduc),Secretaria de Estado de Ciências e Tecnologia(Secitec) e Governo Federal, representado pela Fundação Nacional do Índio(Funai) e a Prefeitura Municipal de Barra do Bugres.

Durante a cerimônia, os índios bororo apresentaram a dança j’ure uma forma de demonstrar a alegria pela conquista da conclusão de um curso universitário. Os bakairi apresentaram dança que simboliza uma ave, Onore. “Ela é uma ave que vive perto do Rio. Para nós ela tem significado de vida, alegria “ explicou o formando Jeronimo Poiure. Felicidade também foi tema da dança Xavante. Parte do ritual de cura, a dança executada pelos Xavante na cerimônia é parte do ritual de iniciação masculina.

O Projeto Terceiro Grau Indígena começou a ser desenvolvido em 2001. No ano de 2005 teve inicio a segunda turma do projeto com 100 professores índios do estado de Mato Grosso. O projeto recebe o apoio da Funasa.





Fonte: 24Horas News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/296405/visualizar/