Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Sexta - 19 de Maio de 2006 às 17:31

    Imprimir


Em reunião ontem à noite, em Arenápolis, com lideranças da região do médio norte, o ex-deputado Bento Porto, após proferir a palestra "Desenvolvimento e perspectivas para a micro-região do Alto Paraguai e ouvir a manifestação das lideranças elencou prioridades para região e que incluem asfaltamento de estradas, apoio financeiro à gestão pública municipal e a retomada do garimpo de forma ordenada, embasada em pesquisa e sem degradação ambiental.

O ex-deputado, profundo conhecedor da região garimpeira, após os debates, considerou a necessidade de desenvolver pesquisa sobre o potencial mineral de toda a região do Alto Paraguai, bem como as possibilidades de exploração sem a degradação do meio ambiente. "Os garimpeiros foram escorraçados desta região como marginais", frisou Bento Porto, acreditando na retomada da atividade garimpeira desde que de embasada em projetos que estabeleçam a exploração aliada ao controle ambiental.

Com a pressão ambiental, lembra o ex-deputado, mais de 5.000 trabalhadores garimpeiros abandonaram a região com a pecha de criminosos ambientais. E com a redução do fluxo do dinheiro que significava a produção de diamante, o comércio fracassou os patrimônios privados caíram de valor, e a região perdeu quase 30% da população entre 1996/2004.

Por outro lado, o ex-deputado concluiu que há necessidade urgente do asfaltamento da MT 160 nos trechos da BR 364 até Nova Marilândia, Tira Sentido, Capão Verde até a fazenda Okurara no entroncamento com a MT 246. "Este projeto beneficiará os produtores da região do Parecis, o comércio e a população dos municípios de Arenápolis e Alto Paraguai com a redução de mais de 80 Km de distância para Cuiabá", avaliou ele.

Outro assunto debatido na reunião foi a necessidade de se disponibilizar uma oferta de energia confiável na região para projetos industriais, o que provavelmente será possível, segundo Bento Porto, alterando o sistema de transmissão na área.

Apoio financeiro e técnico aos municípios da região para facilitar o perfil da gestão pública foi outra proposta extraída da discussão, o que implicaria em mudança significativa na estrutura da Secretaria de Planejamento do Estado.

As lideranças do Médio Norte ainda debateram a necessidade de revitalização a assistência técnica e o credito rural através da Empaer, praticamente desativada. A pecuária de corte, a produção leiteira, a fruticultura e o reflorestamento foram pontos considerados como itens muito importantes. O mesmo aconteceu com a política fundiária, hoje enrolada sem solução na responsabilidade do INCRA.

Dentre os presentes estavam o prefeito de arenápolis Rogaciano de Oliveira Sampaio Filho, os vereadores José Carlos Dorileo, presidente da Câmara municipal, Antonio Cid Gomes Aragão, Norberto Zandonadi de Lima, Ilário Kestring, o secretário de obras do município José Faustino Gonçalves, o senhor Ovídio Paes da Costa, presidente do conselho tutelar da criança, o senhor Inácio Rodrigues Batista, líder comunitário e diversas outras lideranças da comunidade. O ex-deputado José Magalhães, presidente regional do PSC, o senhor Edmilson Magalhães, presidente regional do PTN, e o senhor Otávio Augusto de Oliveira, presidente regional do PTC também acompanharam a discussão.





Fonte: Da Assessoria

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/300090/visualizar/