Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Quarta - 17 de Maio de 2006 às 07:35
Por: Juliana Scardua

    Imprimir


Indústrias de arroz instaladas em Mato Grosso vão pedir à Cemat moratória por 3 meses no pagamento das contas de energia elétrica, que chegam a responder por R$ 50 mil do custo operacional mensal de cada unidade de beneficiamento. Considerando as 150 indústrias de arroz no Estado, os gastos com a energia chegam a R$ 7,5 milhões ao mês. A idéia foi discutida ontem, durante manifestação pela ruas de Cuiabá e Várzea Grande em apoio ao Grito do Ipiranga. Empresários alertam que 2,5 mil funcionários serão demitidos no Estado até a próxima semana caso as reivindicações do setor e produtores rurais não sejam atendidas pelo governo federal.

Lideranças da cadeia apontam que nos últimos 10 dias pelo menos 1,3 mil trabalhadores já foram dispensados, entre beneficiadoras do cereal e revendedoras de equipamentos para essas plantas industriais. Somente 2 empresas, em Sorriso e Sinop, demitiram 240 funcionários. Empresários estiveram reunidos ontem no Sindicato das Indústrias de Alimentação de Mato Grosso (Siamt) para debater a pauta de reivindicações que será encaminhada aos governos estadual e federal.

O dono da Ouro Branco Máquinas, Valdemilson Pires, declara que 8 dos 13 funcionários serão dispensados na próxima semana ante a queda de mais de 85% nas vendas da empresa no primeiro quadrimestre do ano. No período foram comercializadas 180 canais às indústrias de arroz, equipamento que faz a seleção do cereal no processo de beneficiamento. Durante todo o ano de 2005 foram vendidas 3 mil peças. "Não há previsão de novas vendas este ano".

A Cemat informa via assessoria de imprensa que não se posicionará previamente sobre o assunto porque não recebeu oficialmente a reivindicação de moratória. A concessionária também suspendeu a divulgação de dados de consumo, "por uma decisão estratégica". A Secretaria de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme) não dispõe de dados recentes por segmento. Levantamento da pasta ainda sobre dados de 2004, em caráter preliminar, indica o consumo de 4,009 milhões de megawatts de energia por todo o setor industrial do Estado.





Fonte: A Gazeta

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/300638/visualizar/