Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Quarta - 17 de Maio de 2006 às 07:33

    Imprimir


A apreciação do real ante o dólar é apontada como a principal causa da crise do agronegócio no documento entregue pelos governadores ao presidente Lula. Os chefes do Executivo alertam na carta que os impactos da política cambial serão ainda mais severos no segundo semestre de 2006 e ao longo de 2007, com a aceleração no ritmo de queda da arrecadação tributária e os impactos sociais desse quadro. A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) prevê a demissão de um contingente de 600 mil pessoas no país, fruto de uma redução de 30% na área plantada de soja, milho, arroz e algodão.

Em Mato Grosso, a perspectiva é de 100 mil demissões, incluindo cortes na administração pública. O equacionamento na relação custo de produção e rentabilidade é a chave para evitar os desligamentos. Levantamento apresentado ao governo mostra que um operário de fábrica com salário mensal de R$ 900 tinha o rendimento igual a US$ 248 em novembro de 2002. Mas o valor em dólar passou para US$ 450 em abril de 2006. No mesmo período a desvalorização cambial atinge 37,9%.

"Precisamos buscar soluções estruturais para que não se tenha que criar a cada 4 anos a mesma confusão e choradeira", critica o governador Blairo Maggi, ao frisar que a política cambial vem prejudicando a todo o setor empresarial.(JS)





Fonte: A Gazeta

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/300640/visualizar/