Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Quarta - 17 de Maio de 2006 às 06:27
Por: Marcia Raquel

    Imprimir


Em reunião que durou mais de cinco horas, o PMDB de Mato Grosso fechou questão em torno da candidatura do deputado estadual José Carlos do Pátio ao governo do Estado e decidiu que vai defender a candidatura própria à Presidência da República na convenção nacional do dia 11 de junho. Uma comissão composta pelo presidente da Assembléia Legislativa de Mato Grosso, Silval Barbosa, pelo vice-prefeito de Várzea Grande, Nico Baracat, e pelo vice-presidente da Executiva Regional, Elarmin Miranda, será a responsável pela articulação com outros partidos.

O encontro do partido foi realizado nesta segunda-feira, em um escritório reservado cujo endereço não foi fornecido à reportagem. Conforme o presidente da Executiva, ex-senador Carlos Bezerra, todos os líderes, parlamentares e representantes do Diretório Estadual do PMDB participaram da reunião que teve início às 17h e terminou depois das 22h.

“O PMDB decidiu pela candidatura do deputado Zé do Pátio independente da decisão nacional”, garantiu Bezerra em entrevista por telefone. Quanto às vagas de senador e vice-governador, o dirigente afirmou que elas estão livres para composições.

A posição defendida pelo PMDB de Mato Grosso no encontro nacional, realizado no último sábado em Brasília, foi a de candidatura própria com a defesa do ex-governador do Rio de Janeiro, Antony Garotinho, para a sucessão do presidente Lula (PT).

No entanto, na avaliação de Bezerra, a tendência da direção nacional do partido é a de não integrar nenhuma coligação para deixar os estados livres para as composições regionais. Nesse caso, Bezerra afirma que a tendência maior em Mato Grosso seria uma coligação com o PT.

O vice-prefeito de Várzea Grande também ratificou as declarações de Bezerra e disse que a candidatura de Zé do Pátio foi decisão unânime no partido e que as conversas com os outros partidos vão partir dessa decisão.

“Esta comissão está autorizada a começar as conversas com os partidos que não têm candidatura à governador e demonstram interesse em nossa candidatura”, afirmou Nico Baracat ao ponderar que as articulações com o PPS e com o PT, ficariam para um segundo momento. “Definitivamente vamos começar uma agenda para trabalhar a candidatura de Zé do Pátio ao governo”, afirmou Baracat.

O deputado Zé do Pátio, por meio de sua assessoria de imprensa, reafirmou o seu apoio “total e irrestrito” à candidatura de Antony Garotinho à presidência da República. Na avaliação do pré-candidato, o resultado da consulta realizada no último final de semana, quando a tese de candidatura própria foi derrotada por 351 a 303 votos, demonstra que as chances do partido emplacar uma candidatura ainda são grandes.

“Jogaram pesado, uns lutando para o PMDB apoiar um candidato tucano, outros para que o apoio migrasse para uma candidatura petista. Os 303 votos para uma candidatura própria, portanto, representam uma maioria, que pode ser ampliada até o dia 11 de junho”, avaliou Pátio.





Fonte: Diário de Cuiabá

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/300667/visualizar/