Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 16 de Maio de 2006 às 16:30
Por: João Carlos de Queiroz

    Imprimir


Na seqüência de debates voltados à comercialização e explanação de práticas políticas eficientes para o deslanchar econômico de propostas elaboradas em campos econômicos variados, Primavera do Leste (231 KM, Sul de Cuiabá) é o município escolhido para sediar mais uma edição do ‘Workshop sobre Comércio Exterior e Políticas de Desenvolvimento Econômico’, nesta sexta-feira, 19.

O evento será oficialmente iniciado às 8h30 no "Rosana’s Recepções", com previsão de encerramento às 21h45m. Os workshops, realizados conjuntamente pelo Governo do Estado e uma gama de parceiros públicos e privados, vêm atingindo os resultados esperados, afirmam os coordenadores. A idéia é fechar praticamente todos os pólos do Estado, estabelecendo-se elos receptivos ao estabelecimento de novos empreendimentos.

Os trabalhos serão abertos com a palestra ‘O Papel do Associativismo’, ministrada por Manuel Gomes da Silva, superintendente da FACMAT (Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado), uma das entidades colaboradoras. A seguir, às 9h30m, acontece a palestra ‘Perspectiva da Economia do Estado de Mato Grosso’, com o economista Vivaldo Lopes, consultor da Fundação Getúlio Vargas.

Ainda pela manhã, às 10h45m, será proferida outra palestra ‘Desenvolvimento Econômico Regional: uma Visão de Mato Grosso na Economia Nacional’, por Richard Dubois, consultor da Trevisan Consultoria de São Paulo.

Já no período vespertino, a professora Marisa Cortese, integrante do corpo docente da Universidade de Cuiabá, discorrerá sobre ‘Como e Por que Exportar’. Uma última palestra ‘Linhas de Financiamento pra Exportação – MT Fomento’ explicitará quais são os exatos caminhos que os futuros empreendedores devem tomar para evitar que seus projetos percam o patamar original, descartando-se entraves previsíveis durante a fase de liberação dos recursos oficiais.

“Quem quer investir, tem idéias, não deve simplesmente afugentá-las pelas imposições presentes no âmbito da competitividade. Isso é normal e continuará acontecendo, sempre. Insistir é uma garantia de que os projetos se tornarão viáveis, consolidando-se conforme foram rebuscados, aperfeiçoados, e finalmente colocados em prática”.

O economista Vivaldo Lopes é um dos otimistas declarados para que Mato Grosso ‘mostre a sua cara e sua marca abertamente, “sem se inibir perante os avanços conquistados lá fora”, ressalta, “pois o momento do nosso Estado é francamente promissor”.

Nas suas palestras, Lopes tem emitido sinalizações favoráveis às demandas detectadas pelos que almejam sair de um ‘lugar comum’ e se posicionar entre aqueles que conquistam espaços destacados e graduados no segmento comercial.

Vivaldo Lopes observa que Mato Grosso se encontra na fase de formação estrutural, buscando espaços e ostentando riquezas que muitos não têm e almejam conquistar. “Daí a necessidade de se manter uma linha de otimismo ininterrupta, ponte de um amanhã que os investidores mato-grossenses podem efetivamente acreditar”.





Fonte: Da Assessoria

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/300742/visualizar/