Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Quarta - 01 de Fevereiro de 2006 às 18:35

    Imprimir


São Paulo - A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) informou que as consultas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), que indicam as vendas a prazo, cresceram 1,7% em janeiro de 2006 com relação ao mesmo período de 2005. Ao mesmo tempo, as consultas ao Usecheque, que refletem as transações à vista, cresceram 8% na mesma base de comparação. Na comparação com dezembro do ano passado, entretanto, as vendas a prazo registraram queda de 18%, e as vendas à vista diminuíram 34,1%.

Para o presidente da ACSP, Guilherme Afif Domingos, as vendas dos bens de maior valor, que dependem do crediário, tiveram um ritmo lento neste início de ano e ficaram abaixo das expectativas do setor. Segundo ele, o aumento de consultas ao Usecheque se deu graças às promoções e liquidações realizadas pelo varejo.

Afif avaliou que o fraco desempenho do varejo no final de 2005 influenciou o desempenho neste início de ano. "A expectativa agora é que o aumento do gasto público e a entrada em vigor do novo salário mínimo permita a expansão das vendas do varejo no segundo trimestre", disse.



Inadimplência A ACSP registrou também em seu levantamento que a inadimplência no comércio varejista da capital paulista aumentou 4,6% em janeiro de 2006 em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram recebidos 336.471 registros no SCPC. Já em relação a dezembro de 2005, houve uma queda de 1,7% no número de registros recebidos no SCPC.

A entidade informou 259.850 consumidores retiraram em janeiro seus nomes da lista de inadimplentes, uma alta de 3,9% em relação a janeiro de 2005, e uma queda de 18% na comparação com dezembro de 2005. A associação ainda informou que o número de títulos protestados cresceu 29% na comparação com janeiro de 2005, e registrou queda de 3,6% ante dezembro de 2005.





Fonte: Agência Estado

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/321391/visualizar/