Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Quarta - 01 de Fevereiro de 2006 às 18:03

    Imprimir


O consumidor está disposto a voltar a comprar por crediário e a queda na cotação do dólar e as liquidações devem estimular o consumo neste primeiro trimestre do ano. Segundo pesquisa do Programa de Administração de Varejo (Provar), da Fundação Instituto de Administração (FIA), o percentual de consumidores que disseram que pretendem comprar algum bem até março subiu de 59,2% em janeiro de 2005 para 62,8% este ano.

A pesquisa mostra que o crédito poderá ser reativado. De um total de cinco grupos de renda, quatro afirmam que se utilizarão de crediário para adquirir os seus bens. Os campeões do consumo serão telefonia celular (13,8%), com gasto médio de R$ 471,87; móveis (10,6%), com gasto de R$ 1.347,92, e eletroeletrônicos (9,4%), com gasto de R$ 717,70. Na pesquisa, linha branca respondeu por 8,8%, informática por 8,6%, materiais de construção por 8%, cama, mesa e banho por 7,8% e foto e ótica por 6,8%. Autopeças e acessórios responderam por 4,4% e automóveis por 1,8%.

Segundo o levantamento, 33,8% dos entrevistados têm renda familiar até R$ 780; 39% têm renda de R$ 781 a R$ 2.000; 24,6% têm renda familiar entre R$ 2.081 a R$ 3.900; e 2,6% de R$ 3.901 até R$ 5.980. Foi pesquisado ainda quanto por cento do salário é direcionado para as despesas orçamentárias. Para a locação é destinado 21,5% da renda; para habitação, 22,8%; vestuário, 9,7%; transporte, 11,1%; saúde e cuidados pessoais, 14,5%; educação e lazer, 13,2%; e outras despesas orçamentárias, 13,2%.





Fonte: RMT Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/321399/visualizar/