Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Sexta - 27 de Janeiro de 2006 às 14:19

    Imprimir


A balança comercial do amendoim no ano passado registrou um superávit de cerca de US$ 36 milhões, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Chocolate, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab). As exportações do produto no ano passado superaram os US$ 36,8 milhões, contra importações de US$ 804 mil.

O vice-presidente da associação, Carlos Bodini Barion, prevê que o Brasil deve conquistar a posição de maior produtor de amendoim da América do Sul nos próximos cinco anos. Segundo Barion, a entidade foi responsável por melhorias em toda a cadeia produtiva. "De 2002 a 2005 o País passou de importador para exportador do produto, fechando o ano com um superávit superior a US$ 36 milhões".

A aposta do profissional se baseia no aumento do cultivo de variedades altamente produtivas como a IAC 886 e a Ranner, esta última capaz de produzir até 6 toneladas por hectare. Mais consumida no mundo, a Ranner vem ocupando uma área cada vez maior no Brasil.

"Futuramente serão lançadas outras 4 variedades comerciais tipo Ranner", diz Barion lembrando que o amendoim é o preferido dos usineiros para rotação de culturas. A disponibilidade de terras para cultivo é outro fator que deverá impulsionar o crescimento da produção. Hoje a cultivo do produto é mais concentrada em São Paulo, responsável por 75% da safra brasileira de amendoim.

Outros estados como Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul vêm despontando como promissores nessa cultura. Barion lembra que em quatro anos a safra brasileira de amendoim evoluiu de 189 mil toneladas para 301 mil.





Fonte: 24 Horas News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/322180/visualizar/