Repórter News - reporternews.com.br
Internacional
Quarta - 07 de Dezembro de 2005 às 10:28

    Imprimir


A Eritréia ordenou a expulsão dos membros da missão de paz da ONU mobilizada no país e encarregada de vigiar a fronteira com a Etiópia, área de tensão entre os dois países, informaram emissoras etíopes.

O Governo da Eritréia ordenou a expulsão dos membros da Missão da ONU na Etiópia e na Eritréia (UNMEE, em inglês) no prazo de 10 dias, sem explicar as razões da decisão.

A ordem, que chegou à UNMEE mediante uma carta do Governo da Eritréia, afetará cerca de 3.300 soldados das forças de paz européias, canadenses, americanas e russas.

A carta não especifica se a retirada se refere unicamente ao pessoal militar ou também está incluído o civil, nem por que só diz respeito às nacionalidades mencionadas.

A Eritréia ficou independente da Etiópia em 1993, mas as disputas fronteiriças levaram os dois países a uma guerra entre 1998 e 2000, que custou a vida de cerca de 100 mil pessoas.

Os dois países assinaram um acordo de paz em 12 de dezembro de 2000 em Argel, mas ainda está pendente a demarcação definitiva da fronteira comum.





Fonte: EFE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/331208/visualizar/