Repórter News - reporternews.com.br
Internacional
Quarta - 07 de Dezembro de 2005 às 10:03

    Imprimir


Imagens feitas hoje mostram que o vulcão Monte Manaro, na República de Vanuatu, a leste da Austrália, continua em atividade. O vulcão, na ilha de Ambae, começou a emitir cinzas e fumaça em 27 de novembro e tem jogado até 2 mil toneladas de cinza por dia, o que levou à evacuação de mais de 5 mil habitantes de 15 povoados próximos. As autoridades de Vanuatu pediram que as equipes médicas se preparem para uma possível emergência. A ilha de Ambae está a uma hora de Port Vila e ao lado das ilhas de Pentecost e Maewo, que poderia ser usada como refúgio no caso de uma erupção mais violenta. O governo já declarou o estado de emergência e as autoridades locais dispuseram carros e dois navios, perto da área mais afetada, para novas evacuações. Vanuatu, arquipélago de mais ou menos 80 ilhas na Melanésia, tem uma população de cerca de 200 mil habitantes.

As ilhas foram brevemente colonizadas pela Espanha em 1606, quando o explorador espanhol Quirós as chamou de "Austrália do Espírito Santo" ao tomá-las como parte de um novo continente, e estabeleceu na ilha do Espírito Santo a sua capital. Vanuatu foi posteriormente colonizado por Reino Unido e França, do qual conseguiu a independência em 1980. Vulcão mais perigoso do mundo O vulcanólogo Charlie Rifflin informou à imprensa local que o vulcão de Mount Manaro "é um dos mais perigosos do mundo, porque fica abaixo de um lago". É possível que o fundo do lago filtre água para o magma líquido e a reação possa provocar uma fortíssima explosão, além de um deslizamento de terra que podem sepultar povoados inteiros.





Fonte: Redação Terra

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/331215/visualizar/