Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Segunda - 23 de Maio de 2005 às 15:23
Por: ALUÍZIO DE AZEVEDO

    Imprimir


Governo, Assembléia Legislativa e representantes dos professores e alunos realizaram na manhã desta segunda-feira (23.05) a primeira reunião do Fórum Estadual de Educação, com o objetivo de retomar as discussões de questões educacionais, em especial a recomposição salarial.

A reunião, que aconteceu na presidência da Assembléia Legislativa, contou com a presença de representantes de todas as entidades que compõem o Fórum Estadual. Entre elas: a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), o Conselho Estadual de Educação (CEE), a Associação Mato-grossense dos Estudantes (AME) o Sindicato dos Profissionais da Educação Pública (Sintep), a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e a Comissão de Educação da Assembléia Legislativa.

Os representantes das entidades, em consenso, estipularam que os trabalhos do Fórum continuarão sob a coordenação do secretário adjunto de Políticas Educacionais da Seduc, Antonio Carlos Maximo, eleito para a função desde o ano de 2003.

Na ocasião, os presentes ainda definiram as regras gerais para o funcionamento do Fórum, que irá se reunir extraordinariamente uma vez por semana, durante os próximos 30 dias. Para realizarem as discussões, ficou estabelecido que cada entidade componente indicará, até a próxima segunda-feira (30.05), quatro nomes (dois serão titulares e dois suplentes) para comporem o grupo.

De acordo com Maximo, o Fórum tratará especificamente de cinco pautas: recomposição salarial, transporte escolar, situação da rede física das escolas, concurso público na educação e Plano Estadual de Educação. “A reunião foi proveitosa, pois definimos o calendário e os encaminhamentos. Já na quarta (1º.06), depois de termos os nomes indicados pelas entidades, vamos nos reunir na Seduc para começar de fato os trabalhos”, explica.

Na oportunidade, a secretária de Educação, Ana Carla Muniz, destacou que o Governo Estadual se mostra aberto ao diálogo, e revelou que atualmente 80% do orçamento da Pasta é utilizado para o pagamento de pessoal. “Vamos demonstrar a situação financeira da Secretaria e os cuidados que temos para manter o equilíbrio fiscal. Mais uma vez o governador Blairo Maggi frisa o respeito que tem com os servidores da Educação e a transparência no trato com os bens públicos”, observa.

Ana Carla ainda salientou que os profissionais da Educação saíram na frente das outras categorias estaduais, já que estão recebendo a recomposição salarial desde janeiro passado. “Este resultado foi fruto de um compromisso público do governador em conceder reajustes salariais nos quatro anos de seu Governo”, aponta.

Para o presidente da Comissão de Educação da AL, deputado Humberto Bosaipo (PFL), o GT no ano passado conquistou avanços e agora o Fórum também terá. “O Sintep e os professores devem dar crédito ao Fórum e voltarem às aulas, pois temos muitos estudantes que estão perdendo as aulas e isso não deve continuar”.

Já o secretário de Estado de Administração, Geraldo de Vitto Jr., explicou que o Governo quer garantir o direito de todos os cidadãos à educação. “Vamos discutir e esgotar todas as possibilidades no Fórum”, finaliza.

O procurador-geral do Estado, João Virgílio do Nascimento Sobrinho, e a presidente do Sindicato dos Servidores da Educação Pública da Região Sul (Sipros), Vilma Moreira dos Santos, também participaram do encontro.





Fonte: Assessoria/Seduc-MT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/338249/visualizar/