Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 26 de Abril de 2005 às 20:24
Por: Keite Camacho

    Imprimir


Brasília - Os problemas enfrentados pelo Equador só serão resolvidos com uma grande eleição geral, disse hoje (26) o sociólogo Hélio Jaguaribe, um dos fundadores do Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI).

"A deposição de Gutiérrez não resolveu os problemas do Equador, que depende de reformas profundas. Há hoje um consenso dos analistas que a melhor solução para o país é uma grande eleição geral".

Jaguaribe considerou o salvo-conduto concedido ao ex-presidente Lucio Gutiérrez um episódio sem muita relevância e disse que o Brasil cumpriu com uma obrigação internacional, de dar asilo a quem pede. "O Brasil não podia deixar de dar."

Segundo ele, o Equador padece há muito tempo de instabilidade política, que só se corrigiria por meio de reformas muito profundas. "Reformas que este governo atual não tem condição de fazer", disse.

Jaguaribe participou do seminário "O Crescimento das Relações Internacionais do Brasil", comemorativo dos 50 anos do Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI), no Memorial JK. O instituto estuda as relações internacionais do Brasil e o sistema internacional.

Após enfrentar seguidas revoltas populares contra seu governo e uma votação no Congresso Nacional do Equador que resultou na sua destituição como presidente da República, Lucio Gutiérrez desembarcou no Brasil como o terceiro asilado político a ser autorizado pelo governo brasileiro. Os outros dois são o ex-presidente do Paraguai, general Alfredo Stroessner, e o ex-chefe da Polícia Secreta do Haiti, coronel Albert Pierre.





Fonte: Agência Brasil

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/343282/visualizar/