Repórter News - reporternews.com.br
Internacional
Domingo - 24 de Abril de 2005 às 17:36

    Imprimir


A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, chegará na próxima terça-feira ao Brasil para uma visita de dois dias, nos quais tratará com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a Alca, informou a Agência Brasil neste domingo.

Rice, que assumiu o cargo em janeiro deste ano, fará esta semana sua primeira visita a países latino-americanos, numa viagem que a levará por Brasil, Colômbia, Chile e El Salvador.

Além do encontro de terça-feira com Lula, em Brasília, a secretária de Estado americana se reunirá no mesmo dia com o ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim. Na quarta-feira, Rice dará uma conferência sobre a política externa dos Estados Unidos.

Um dos assuntos na agenda de Rice em Brasília é a criação da Área de Livre Comércio das Américas (Alca), cujo processo - do qual Brasil e Estados Unidos são co-presidentes - está paralisado há alguns meses.

A visita de Rice ocorre apenas quatro dias depois de Lula, em um discurso para sindicalistas de vários países, ter garantido que o Brasil retirou a Alca de sua agenda de discussões.

"Há dois anos que não se discute mais a Alca. Tiramos a Alca da pauta. De que forma? Fortalecendo o Mercosul e criando a Comunidade Sul-americana de Nações", declarou Lula, na quinta-feira passada, após dizer que a intenção dessa política é evitar que o Brasil se torne dependente dos EUA.

A Alca, uma iniciativa dos Estados Unidos, criaria uma zona de livre comércio em todo o continente americano, com exceção de Cuba.

Apesar das previsões para que as suspensões tarifárias começassem este ano, as divergências entre os 34 países da região impediram avanços.

Além da Alca, a agenda de Rice no Brasil inclui a democracia na América Latina, a luta contra a pobreza e o desenvolvimento sustentável, segundo informou a Agência Brasil.

Na conferência da quarta-feira, a secretária de Estado falará das divergências entre os EUA e a Venezuela, além da reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

A visita de Rice ocorre exatamente um mês depois do secretário de Defesa dos Estados Unidos, Donald Rumsfeld, ter vindo ao Brasil. Na ocasião, o americano aproveitou para criticar duramente a intenção do governo da Venezuela de comprar 100.000 fuzis de fabricação russa.

Todos os assuntos da agenda de Rice em Brasília - segundo a Agência Brasil - já foram abordados durante a audiência que a funcionária americana concedeu ao ministro da Casa Civil, José Dirceu, no mês passado, em Washington.

No encontro, os dois discutiram sobre a Alca, a múltipla agenda entre ambos os países e o papel do Brasil no processo de integração da América do sul.

Dirceu aproveitou o encontro para apresentar um convite oficial para que o presidente dos Estados Unidos, George Bush, visite o Brasil em novembro, depois de sua participação na IV Cúpula das Américas, que acontecerá em Buenos Aires.




Fonte: EFE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/343761/visualizar/