Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Terça - 07 de Dezembro de 2004 às 16:21
Por: Denise Madueno

    Imprimir


Brasília - O presidente da Câmara, João Paulo Cunha, disse hoje que o projeto de reajuste da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física poderá ser votado ainda este ano pela Câmara. "Nós temos condições de votar. Se tiver o mínimo acordo, nós podemos votar sim", afirmou.

"Já fiz a parte principal. Já me reuni com o ministro da Fazenda (Antonio Palocci), com o relator da matéria, com os sindicalistas. Já foram criadas todas as condições para incluir a matéria na pauta e estabelecer o acordo", ressaltou João Paulo, que participou hoje da abertura do Parlamento Jovem, na Câmara.Brasília - O presidente da Câmara, João Paulo Cunha, disse hoje que o projeto de reajuste da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física poderá ser votado ainda este ano pela Câmara. "Nós temos condições de votar. Se tiver o mínimo acordo, nós podemos votar sim", afirmou.

Brasília - O presidente da Câmara, João Paulo Cunha, disse hoje que o projeto de reajuste da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física poderá ser votado ainda este ano pela Câmara. "Nós temos condições de votar. Se tiver o mínimo acordo, nós podemos votar sim", afirmou.

"Já fiz a parte principal. Já me reuni com o ministro da Fazenda (Antonio Palocci), com o relator da matéria, com os sindicalistas. Já foram criadas todas as condições para incluir a matéria na pauta e estabelecer o acordo", ressaltou João Paulo, que participou hoje da abertura do Parlamento Jovem, na Câmara.

Ontem, o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, informou que o governo fará todo esforço para permitir "algum nível" de correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física, para vigorar em 2005. Palocci informou que o Ministério da Fazenda ainda está estudando a proposta que será apresentada. Ele confirmou que ainda esta semana vai se reunir com dirigentes das centrais sindicais para discutir as mudanças na tabela, mas negou que a discussão da correção da tabela do IR esteja vinculada ao reajuste do salário mínimo para 2005.

"Já fiz a parte principal. Já me reuni com o ministro da Fazenda (Antonio Palocci), com o relator da matéria, com os sindicalistas. Já foram criadas todas as condições para incluir a matéria na pauta e estabelecer o acordo", ressaltou João Paulo, que participou hoje da abertura do Parlamento Jovem, na Câmara. Ontem, o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, informou que o governo fará todo esforço para permitir "algum nível" de correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física, para vigorar em 2005. Palocci informou que o Ministério da Fazenda ainda está estudando a proposta que será apresentada. Ele confirmou que ainda esta semana vai se reunir com dirigentes das centrais sindicais para discutir as mudanças na tabela, mas negou que a discussão da correção da tabela do IR esteja vinculada ao reajuste do salário mínimo para 2005.

Brasília - O presidente da Câmara, João Paulo Cunha, disse hoje que o projeto de reajuste da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física poderá ser votado ainda este ano pela Câmara. "Nós temos condições de votar. Se tiver o mínimo acordo, nós podemos votar sim", afirmou.

"Já fiz a parte principal. Já me reuni com o ministro da Fazenda (Antonio Palocci), com o relator da matéria, com os sindicalistas. Já foram criadas todas as condições para incluir a matéria na pauta e estabelecer o acordo", ressaltou João Paulo, que participou hoje da abertura do Parlamento Jovem, na Câmara.

Ontem, o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, informou que o governo fará todo esforço para permitir "algum nível" de correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física, para vigorar em 2005. Palocci informou que o Ministério da Fazenda ainda está estudando a proposta que será apresentada. Ele confirmou que ainda esta semana vai se reunir com dirigentes das centrais sindicais para discutir as mudanças na tabela, mas negou que a discussão da correção da tabela do IR esteja vinculada ao reajuste do salário mínimo para 2005.

Ontem, o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, informou que o governo fará todo esforço para permitir "algum nível" de correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física, para vigorar em 2005. Palocci informou que o Ministério da Fazenda ainda está estudando a proposta que será apresentada. Ele confirmou que ainda esta semana vai se reunir com dirigentes das centrais sindicais para discutir as mudanças na tabela, mas negou que a discussão da correção da tabela do IR esteja vinculada ao reajuste do salário mínimo para 2005.




Fonte: Da Assessoria

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/365797/visualizar/