Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Segunda - 05 de Julho de 2004 às 17:38
Por: Julie Corrêa

    Imprimir


Enquanto o índice de natalidade aumenta no País na faixa etária dos 14 aos 21 anos, geralmente fruto de uma gravidez não planejada, nas outras faixas etárias o índice de natalidade vem se mantendo o mesmo, até diminuindo.

O que leva mulheres a adiar o sonho de ser mãe são, principalmente, os estudos ou a dedicação à carreira. Muitas querem primeiro alcançar um "lugar ao sol" para depois terem o tão sonhado bebê.

Mas não é assim que acontece com Rosiley José de Mesquita, que aos 24 anos de idade não esconde de ninguém o desejo de ser mãe.

Ela é casada há cinco anos e nos últimos três anos vem tentando engravidar, sem sucesso. Segundo os médicos, só mesmo com tratamento.

Mas não é fácil. Rosiley e o marido moram em uma casa emprestada no bairro Jardim Icaraí, em Várzea Grande.

Segundo Rosiley, para conseguir o tratamento de gravidez é preciso passar por vários procedimentos. "Já fiz cinco exames no Hospital Júlio Muller e Hospital Geral, tudo de graça, mas esse outro é muito caro e eu não tenho condições de pagar", lamenta.

Quando avaliou o valor há três meses atrás, o exame de videolaparoscopia custava R$ 2,400. "Se eu não fizer este exame não posso dar continuidade ao tratamento de gravidez", observa. Conforme avaliação médica, seu problema é a endometriose, que causa a esterilidade na mulher.

Rosiley pede que um profissional especialista ou qualquer outra pessoa que possa ajudá-la, entre em contato.

Quem tiver uma solução para o problema desta jovem procure a equipe do jornal A Gazeta.




Fonte: A Gazeta

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/378856/visualizar/