Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Quarta - 19 de Maio de 2004 às 18:18

    Imprimir


Apesar de operar na maior parte do dia em queda, o dólar encerrou os negócios desta quarta-feira com leve alta. A moeda norte-americana, que oscilou entre a máxima de R$ 3,14 e a mínima de R$ 3,09, fechou o dia cotada a R$ 3,133 na compra e R$ 3,135 na venda, com ligeira valorização de 0,15%. O Ibovespa, que chegou a subir quase 3%, fechou com alta de 0,71%, somando 18.688 pontos.

Segundo operadores, a cautela diante do resultado da reunião do Copom aliada a uma forte alta dos preços internacionais do petróleo motivavam o movimento de compra de dólar no fim do dia, pressionando a moeda.

"O mercado anda muito volátil mesmo e alguns movimentos acabam sem muitas explicações. O fato é que os nervos estão a flor da pele com o Copom e o petróleo não para de subir, o que acaba motivando a alta", explicou Jorge Kattar, operador de câmbio do Rabobank.

A Bovespa foi embalada no movimento de recuperação iniciado na véspera e auxiliada pelas principais praças globais, que também exibem boas performances.

Porém, os investidores iniciaram um movimento vendedor no final da sessão para diminuir suas exposições antes do encerramento da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom).

O DIA NOS MERCADOS

Juros - Os juros fecharam em alta na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) nesta quarta-feira. Praticamente todos os contratos de depósitos interfinanceiros (DI) subiram no início da tarde. Saiba mais aqui.

Petróleo - O barril tipo WTI com entrega para junho encerrou em alta de 2,37% aos US$ 41,50 na Bolsa de Mercadorias de Nova York (NYMEX, na sigla em inglês). Amanhã é último dia de negociação de contratos para junho. O recorde de fechamento ocorreu na última segunda-feira, quando a matéria prima fechou a US$ 41,75 o barril. Saiba mais aqui.

Europa - As principais bolsas de valores da Europa encerraram o pregão desta quarta-feira em forte alta, impulsionadas pela recuperação de ações de siderurgia e mineração e por uma menor preocupação em relação à desaceleração da economia chinesa. A queda do preço do petróleo no mercado internacional também ajudou. Saiba mais aqui.

Ásia - Os mercados acionários da Ásia tiveram fortes altas nesta quarta-feira, à medida que os menores preços do petróleo fizeram os investidores recuperarem o otimismo sobre a economia.




Fonte: Invertia

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/383365/visualizar/