Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 04 de Maio de 2004 às 12:57

    Imprimir


O prefeito de Sorriso, José Domingos Fraga Filho, está em Cuiabá, reunido com outros prefeitos e lideranças políticas, como o presidente da Assembléia Legislativa, deputado José Riva. A intenção do prefeito é tentar reverter a Lei Complementar que tira receita dos municípios de economia próspera como Sorriso, Lucas do Rio Verde e outros, transferindo-as para municípios não-produtores. Cuiabá, sozinha, ficará com R$ 20 milhões. Dentre outras cidades beneficiadas estão Rondonópolis, Várzea Grande, Sinop e Nova Olímpia.

A redistribuição do ICMS da maneira como foi aprovada, vai provocar uma perda de R$ 40 milhões a vários municípios mato-grossenses gerando dificuldades imensas aos prefeitos. Só Sorriso perderia R$ 4 milhões anuais. Na opinião do prefeito José Domingos, Sorriso sofrerá grandes conseqüências com o cancelamento de obras sociais e redução de despesas de custeio para poder fechar as Contas Públicas no dia 31 de dezembro. “Nossa situação é dramática”, afirma.

José Domingos acredita que a última esperança, é a sensibilização dos deputados para atenuar esse impacto, com um meio termo: perda de R$ 20 milhões. Para o município de Sorriso, a perda seria de aproximadamente, dois milhões de reais. “Dos males o menor”, diz o prefeito.




Fonte: Só Noticias

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/384107/visualizar/