Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Quinta - 29 de Abril de 2004 às 21:10
Por: Adriana Fernandes

    Imprimir


Brasília - O ministro do Planejamento, Guido Mantega, informou que a decisão do governo de aumentar o salário mínimo e o salário família terá um impacto de R$ 650 milhões para a Previdência. Segundo ele, esses recursos para o pagamento dessas despesas virão do excesso de arrecadação. O ministro disse que esse foi o maior aumento que poderia ser dado sem ameaçar a meta de superávit primário de 4,25% do PIB. "O que está em jogo é o crescimento", afirmou.

O ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, disse que o reajuste de 1,2% acima da inflação para o salário mínimo constitui o máximo de esforço que o governo poderia fazer a partir do Orçamento. Ele destacou que o governo procurou reforçar a renda da família ao garantir um aumento real de 41,9% para o salário família, que saiu de R$ 13,48 para R$ 20. O salário família será concedido para trabalhadores com renda de até 1,5 salário mínimo.

Ao ser questionado sobre a promessa do governo de dobrar o valor do mínimo em quatro anos, o ministro reconheceu que ele precisa de reajustes maiores. Ele disse que o governo buscará convencer os parlamentares a aprovar o mínimo. Mantega destacou que se houver uma despesa adicional, o governo terá que fazer cortes no Orçamento.




Fonte: Estadão.com

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/384416/visualizar/