Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Quarta - 28 de Abril de 2004 às 20:05
Por: Gilberto Ubaiara

    Imprimir


MACAPÁ – O futuro político do senador João Capiberibe (PSB-AP), que teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ontem à noite sob acusação de compra de votos na eleição de 2002, pode ser a disputa da Prefeitura de Macapá. Para que isso ocorra, sua mulher, a deputada federal Janete Capiberibe, também cassada no mesmo julgamento, deverá abrir mão de sua pré-candidatura já definida pelos socialistas. Os direitos políticos do casal não foram alterados.

''Nós ainda acreditamos que a cassação possa ser revertida no Supremo Tribunal Federal, mas caso não aconteça, o senador Capiberibe é uma liderança política do nosso partido que certamente pode ter uma candidatura, e com grande chance de ganhar as eleições'', admite José Ramalho de Oliveira, membro do diretório estadual do partido.



Capiberibe já foi prefeito da capital do Amapá no período de 1989 a 1992. Se for mesmo confirmado como candidato às eleições municipais, terá que enfrentar um ex-grande aliado, o prefeito João Henrique Pimentel, que trocou o PSB de Capiberibe pelo PT no meio do ano passado.

Pimentel saiu disparando várias críticas contra o casal, alegando falta de espaço político para tentar a reeleição, já que o senador estaria comandando a legenda no Estado com mão-de-ferro.

O desfecho para o julgamento do casal Capiberibe não motivou nenhuma reação da população no Estado. Ontem à noite, correligionários do presidente do PMDB do Amapá, Gilvan Borges, que assumirá a cadeira de Capiberibe no Senado, realizaram uma carreata pelas ruas da cidade. Em número reduzido, a militância do PSB acompanhou o julgamento na sede do partido, no Centro de Macapá.




Fonte: JB Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/384554/visualizar/