Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Internacional
Segunda - 05 de Abril de 2004 às 20:01

    Imprimir


Washington - A aprovação pública à forma como o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, lida com a situação no Iraque atingiu novo recorde de baixa - assim como sua popularidade geral - depois de quatro mercenários contratados pelo Pentágono terem sido assassinados em Faluja na semana passada, revelou uma pesquisa de opinião nesta segunda-feira. Apesar disso, a maioria dos entrevistados continua apoiando a decisão de usar força militar no Iraque, segundo a sondagem.

Ela mostrou que 53% dos americanos desaprovam a forma como Bush conduz a situação no Iraque, enquanto 40% disseram aprovar. Em meados de janeiro, a aprovação era de 60%, revelou o Centro de Pesquisas Pew. A aprovação ao desempenho de Bush como presidente caiu de 56%, em meados de janeiro, para 43%, agora. Enquanto isso, a reprovação ao presidente subiu para 47%. Logo depois dos atentados de 11 de setembro de 2001, a aprovação a Bush chegou a impressionantes 90% e permaneceu acima de 70% durante quase um ano.

O apoio do público à decisão de usar a força contra o Iraque continua o mesmo - 57%. "As pessoas continuam firmes sobre se essa foi a decisão certa, mas estão começando a ficar um pouco desconfortáveis com o tempo que nossos soldados ficarão expostos a esses perigos", disse Andrew Kohut, diretor do Centro de Pesquisas Pew. "Apesar de as pessoas acharem que a guerra foi a coisa certa a se fazer, elas não acreditam que Bush a esteja conduzindo muito bem."




Fonte: AP

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/386902/visualizar/