Repórter News - reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Sexta - 02 de Abril de 2004 às 08:39
Por: Edivaldo de Sá

    Imprimir


Pouco mais de 1 mil alunos da rede municipal de ensino de Arenápolis estão sem aulas apartir de hoje.

Os professores decidiram em Assembléia Geral, por unanimidade, paralisar as atividades, alegando que estão há dois anos sem a devida reposição salarial. A tesoureira da Sub-sede do Sintep de Arenápolis, Professora Gislene Garcia Barroso informou que a categoria está desde setembro do ano passado, tentando uma negociação com o Prefeito Municipal, Aurino Rodrigues da Silva (PSDB), Nego Lú, mas todas as respostas a cerca das reivindicações tem sido negativas, o que acabou provocando a paralisação da categoria. “Está vencendo a segunda data base da categoria, é o que ele fez foi apenas um reajuste de 5% em 2002, quando a inflação foi de 17% e nada mais, tentamos reiteradas vezes repor ao menos as perdas e o prefeito disse que não iria nos atender, por isso decidimos paralisar por tempo indeterminado” salientou Garcia Barroso.

A paralisação de acordo com o sindicato da categoria atinge cerca de 50 professores, entre interinos, contratados e efetivos, e só deve terminar quando houver um acordo em torno com o executivo.

Por telefone, Aurino Rodrigues da Silva, disse que a categoria está sendo injusta e que a greve é inoportuna, prejudicando toda a classe estudantil do município. “Quando recebi o município eles tinham cinco folhas atrasadas e o décimo terceiro, coloquei em dias e continuo pagando em dias, e ainda dei um aumento de 5%. Sou contra a greve” enfatizou Nego Lú.

Ele disse também que uma comissão foi criada para avaliar a reivindicação da categoria, que pede 30% de reposição. “Vamos avaliar, quero resolver a questão o quanto antes. Mas a situação está sob controle, 70% dos professores estão em sala de aula” disse o prefeito, desmentindo o sindicato, que afirma que a paralisação é geral. Segundo o Sintep, o prefeito estaria ameaçando os professores, principalmente os que acabaram de ser empossado, aprovados no ultimo concurso publico.

Uma reunião marcada com os pais de alunos, ontem à noite, no anfiteatro da Escola Municipal Duílio Ribeiro Braga, teve que ser realizada nos corredores, porque as salas e o anfiteatro estavam fechadas, por ordem do prefeito, segundo Gislene Garcia Barroso.

O inicio da paralisação acabou gerando uma confusão, porque, ontem no inicio da tarde, um som volante anunciava pelas ruas da cidade a decisão dos professores, mas no fim da tarde, Aurino Rodrigues da Silva, mandou anunciar que as aulas aconteceriam normalmente. “Nós estaremos na porta das escolas durante toda sexta-feira para explicar aos pais de alunos o que está acontecendo” afirmou a tesoure ira da sub-sede do Sintep de Arenápolis.




Fonte: Redação Reporter News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/387206/visualizar/