Repórter News - reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Terça - 02 de Março de 2004 às 16:56
Por: Andreia Fontes

    Imprimir


A Mensagem de realinhamento salarial para os profissionais da educação básica será colocada em votação. A bancada de sustentação se posicionou em analisar a proposta. “O governo tem posição divergente do Sintep. Entrou judicialmente contra a greve e obteve êxito. A posição da bancada é de dar celeridade à matéria por entender que se existem divergências nos índices de aumento de salário, mas também existe um imenso número de professores ansiosos por ver esta matéria aprovada porque vão ser contemplados. Lógico que não é o que Sintep quer e merece, mas é o que o governo pode dar neste momento”, ressaltou o presidente da Casa, deputado José Riva (PTB).

Riva afirmou que a proposta é coerente. “Não atende aos anseios, como em todos os lugares do Brasil, que os salários são menores do que deveriam ser. Mas tem que dar o que é possível para poder continuar. Afinal, o que é melhor: dar o que pode ou não dar nada? Vamos votar a mensagem pelo aumento”.

O presidente lembrou que o governo se comprometeu em formar uma comissão que irá discutir o realinhamento salarial para os próximos três anos de seu governo.

A bancada de sustentação deve entrar ainda hoje com o pedido de dispensa de pauta para que a Mensagem 10 seja analisada.

Mensagem 10

A Mensagem enviada pelo governo à Assembléia, na semana passada, prevê um reajuste linear e imediato de 7,67% aos profissionais da educação. Os professores com mestrado ou doutorado terão mais 10% de reajuste. Além disso, a mensagem do Executivo institui o Incentivo à Docência, verba de caráter indenizatório no valor de 12% a ser concedida aos profissionais que efetivamente estão em sala de aula. O projeto estabelece o percentual de 5% para os titulares de cargos em comissão, em simetria com as demais carreiras do Poder Executivo, e o mesmo percentual para diretores, assessores pedagógicos e coordenadores.

Os servidores reivindicavam um reajuste linear de 21,64%.




Fonte: Secretaria de Imprensa/AL

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/387508/visualizar/