Repórter News - reporternews.com.br
Variedades
Segunda - 30 de Novembro de -0001 às 00:00

    Imprimir


Primeira edição em português da comovente história de um soldado na Guerra do Iraque que escreveu um diário para que seu filho pudesse conhecê-lo mesmo depois de sua morte, chega em julho, por R$ 36,00

 

Em 2005, Charles Monroe King, primeiro sargento do exército americano em missão no Iraque, começou a escrever o que se tornaria um diário de 200 páginas para seu filho Jordan caso ele não voltasse para casa. Charles morreu em outubro de 2006, quando uma bomba explodiu perto de seu veículo blindado em Bagdá, sem conhecer Jordan, de apenas sete meses. Sua companheira, a jornalista Dana Canedy, resolveu escrever um livro contando a Jordan a história do pai e do diário escrito por ele, e de sua busca por respostas sobre a sua morte. Essa emocionante narrativa finalmente ganha uma edição em português, com o lançamento do audiolivro “Um Diário para Jordan”, pela Editora Nossa Cultura, especializada em audiolivros.

Best-seller nos Estados Unidos, o livro está sendo adaptado para o cinema, com Denzel Washington no papel de Charles, e também como produtor do filme, que tem previsão de lançamento em 2011. A Editora Nossa Cultura traz a obra ao Brasil com exclusividade, em audiolivro – não há uma edição do livro em português.

“Um Diário para Jordan” é a carta de uma mãe para seu filho sobre o pai que ele perdeu antes de aprender a andar e falar.  Narrado na primeira pessoa – Dana -, o livro começa contando a história de amor dos dois, a gravidez, a ida de Charles à guerra, a saudade e a dor pela sua morte prematura e pouco explicada pelas autoridades americanas. No decorrer da narrativa, Dana cita diversos trechos do diário escrito por Charles, com conselhos e orações de um pai para o filho que ele não pode conhecer, pensamentos e reflexões.

Dana Canedy é editora sênior do NY Times, onde trabalha há 12 anos. Em 2001, ela fez parte da equipe que venceu o prêmio Pulitzer de reportagem nacional pela série “How Race is Lived in America”, que tratava das relações raciais nos Estados Unidos.

A Editora Nossa Cultura é especializada na produção de obras no formato de audiolivro, uma opção para quem tem pouco tempo para se dedicar à leitura tradicional e que pode  “ouvir” os livros com um leitor de CD ou MP3 e celulares.

Para mais informações, visite o site www.nossacultura.com.br.

Sobre a Nossa Cultura – Com sede em Curitiba (PR), a editora Nossa Cultura é especializada em audiolivros (ou audiobooks) e mídias que destaquem os recursos audiovisuais. Bastante popular em países como Estados Unidos, Inglaterra e Alemanha, o audiolivro, em CD, pode ser ouvido em diferentes ambientes e situações, sendo a maneira mais prática de manter-se informado e desfrutar de grandes obras de maneira inovadora. O catálogo da Nossa Cultura é composto por mais de 150 títulos, entre obras próprias e de parceiros. Entre os títulos próprios destacam-se as coleções Pensamento Vivo, de Rubem Alves (quatro volumes) e de Celso Antunes (quatro volumes), a coleção Rubem Alves infantil (três volumes), da Comédia Stand-Up, os audioguias de Barcelona, Nova Iorque e Rio de Janeiro, Darfur – uma nova história de uma longa guerra, China na África e A Família do Milênio. Na área de negócios, a Nossa Cultura tem os audiolivros A Nova Proposta de Warren Buffett, Cartas a um Jovem Investidor, de Gustavo Cerbasi, Terapia Financeira, Porque queremos que você fique rico e Pai Rico, Pai Pobre. As biografias também estão presentes “Cartas a uma jovem atriz” da atriz Marília Pêra e “ A saga das mãos” do maestro João Carlos Martins, são exemplos. O catálogo completo pode ser conhecido no site  www.nossacultura.com.br.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/387654/visualizar/