Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Saúde
Quinta - 06 de Fevereiro de 2014 às 08:45
Por: Laércio Romão

    Imprimir


Francisco Specian Jr 2013 1A entrega de medicamentos em domicílio para pacientes acamados, diabéticos ou com dificuldades de locomoção, continua suspensa. O “projeto piloto” no município iniciou em julho do ano passado e foi apenas até agosto. O secretário de Saúde, Francisco Specian Júnior, explicou, ao Só Notícias, que nos cerca de 60 dias em que os trabalhos estavam sendo realizados, foram detectados alguns “empecilhos” que obrigaram a suspensão. A previsão é que seja retomado mês que vem.

De acordo com o secretário, para que os pacientes continuassem a receber os remédios em casa era preciso que fossem submetidos a uma "reavaliação" bimestral da saúde. No entanto, muitos não teriam cumprido esta obrigação. Além disso, ele afirmou que “todo mundo queria ser beneficiado”, explicando que o projeto é destinado apenas a quem realmente precisa. Por conta de questões como estas, foi suspenso o serviço.

Ainda segundo Specian, os servidores que estarão em contato com os pacientes, quando o projeto for retomado, precisarão receber treinamento. Ele detalhou que a entrega passará a ser feita apenas para pessoas acamadas ou idosos, acima de 60 anos, e que tenham dificuldades para se dirigirem até os postos de saúde para pegarem os medicamentos.

O projeto funciona na forma de “moto entrega”. A motocicleta destinada à esta atividade faz parte de um total de quatro, equipadas com baú e adquiridas pela prefeitura em julho do ano passado. Duas delas seriam para combate a endemias, em especial ao mosquito da dengue, e a outra, de uso exclusivo do Pronto Atendimento (PA), seria utilizada em entregas de materiais laboratoriais e recebimentos de resultados de exames.





Fonte: Só Notícias

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/389107/visualizar/