Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Quinta - 11 de Outubro de 2012 às 17:55
Por: Izabela Andrade

    Imprimir


Com o 2º turno definido entre o vereador Lúdio Cabral (PT) e o empresário Mauro Mendes (PSB), a Câmara de Cuiabá, resolveu definir apoio a um dos candidatos a prefeitura de Cuiabá. Até o momento Mendes tem a preferência entre os parlamentares, sendo que Adevair Cabral (PDT) reeleito para a próxima legislatura lidera o movimento contra Lúdio. 

Terceiro mais votado, Adevair Cabral (PDT), usou a tribuna durante a sessão plenária desta quinta-feira (11) para reiterar que está com Mauro Mendes. Com discurso incisivo contra o colega de parlamento, o pedetista chamou Lúdio de “mensaleiro” em menção ao escândalo de compra de apoio parlamentar no governo Lula, conhecido nacionalmente como “Mensalão”. 
 
“Não queremos eleger um mensaleiro na prefeitura. A Câmara está no rumo certo. Meu candidato é Mauro Mendes”, disse o vereador que contou com o apoio massivo dos servidores da Educação para assegurar sua cadeira no legislativo. 
 
Em verdade, ele pleiteia pela segunda vez ingressar na disputa pela presidência da Casa, vislumbra ter o apoio de Mendes, assim como do senador Pedro Taques – liderança do PDT em Mato Grosso- para a empreitada. A exemplo do atual chefe do Legislativo, Júlio Pinheiro (PTB) e do vereador campeão de votos, João Emanuel (PSD), genro do deputado José Riva, Adevair Cabral deu início ao processo de articulação para não amargar mais uma derrota.  Em 2010 ele chegou articular um grupo em seu favor, mas, viu Júlio Pinheiro em pouco tempo cooptar aliados e se consagrar presidente. 
 
Pelo menos outros nove dos 18 vereadores estão com Mauro Mendes. Enquanto, Lúdio cujo é figura de oposição a gestão de Chico Galindo (PTB) tem o apoio declarado de Francisco Vuolo (sem partido) dissidente do PR que migrou para campanha petista, Arnaldo Penha e Domingos Sávio ambos do PMDB que tem como vice na chapa do petista, o advogado Francisco Faiad e Ralf Leite –este decidiu pelo seu apoio antes do primeiro turno por conhecer e acreditar no trabalho de Lúdio como parlamentar. 
 
Já os filiados ao PSDB, Antônio Fernandes, Paulo Borges e Lueci Ramos devem seguir a determinação do partido pela neutralidade, assim como Deucimar Silva (PP). Resta saber se a bancada do PSD formada por: Everton Pop, Toninho de Souza e Edivá Alves vai com o petista, já que o partido declarou apoio a Lúdio. Caso o apoio seja formalizado, o vereador e candidato a prefeito de Cuiabá terá a maioria da Casa. 





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/38991/visualizar/