Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Quarta - 10 de Outubro de 2012 às 13:24
Por: Valérya Próspero

    Imprimir


Romoaldo e Silval estão com dificuldade para encontrar um novo líder do Governo
Romoaldo e Silval estão com dificuldade para encontrar um novo líder do Governo
O clima de eleição que ainda toma conta da Assembleia está atrapalhando a missão do governador Silval Barbosa (PMDB) de escolher um novo líder do Governo. Conforme o deputado Romoaldo Júnior, atual ocupante do cargo, a definição deve ocorrer até esta sexta (12), quando termina o prazo para que ele continue à frente da posição. Ele havia prometido que continuaria como "defensor" dos interesses do Estado até o fim das eleições.

 

    A situação está tão complicada para o governador, que entre os nomes cotados está o deputado Mauro Savi (PR), que se encontra na mesma condição que levou Romoaldo a abrir mão do cargo. Savi também faz parte da Mesa Diretora que toma posse em 2013, como 1º secretário, um dos cargos mais importantes. Romoaldo foi eleito para a vice-presidência.

   Ao deixar a liderança, o peemedebista argumentou que não há como fazer um trabalho independente na Mesa sendo líder do Governo, pois este precisa fazer a defesa dos projetos do Executivo. A expectativa era que o deputado Jota Barreto (PR) assumisse o posto. Ele, no entanto, recusou o convite alegando que, por sua base ser em Rondonópolis, ficaria difícil estar presente e fazer um bom trabalho.

   Outro parlamentar que poderia ser o líder do Governo é Emanuel Pinheiro (PR), principalmente agora que se efetivará na cadeira com a eleição de Walace Guimarães em Várzea Grande. O republicano, contudo, vem exercendo papel de oposição por ser coordenador de campanha de Mauro Mendes (PSB). Ele tem feito duras críticas ao Governo, uma vez que o PMDB compõe a base do adversário à prefeitura de Cuiabá, Lúdio Cabral (PT).

   Diante do quadro, entre os nomes previamente avaliados restam os deputados Sebastião Rezende (PR) e Baiano Filho (PMDB). O republicano, contudo, também começa a fazer críticas a Silval. Nesta quarta (10), por exemplo, reclamou da falta de fiscalização acerca da Lei da Pesca. Disse que, ao invés de aumentar número de fiscais e agentes ambientais, o Governo tem feito cortes.





Fonte: RDNEWS

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/39160/visualizar/