Repórter News - reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Sexta - 06 de Junho de 2014 às 07:56

    Imprimir


Mais uma etapa do projeto Educando com a Copa, promovido pela Secretaria Municipal de Educação, foi finalizada. A final do concurso de dança, realizada na quinta-feira (05), levou ao palco quatro escolas finalistas, que emocionaram os jurados e o público presente com suas apresentações.

As unidades de ensino representaram as danças folclóricas dos países que jogarão a Copa do Mundo em Cuiabá. “Foi uma maneira que encontramos para mobilizar as escolas do município para o evento da copa do mundo e, ao mesmo tempo, estimular nos alunos a pesquisa e o estudo sobre esses países”, explicou o secretário municipal de Educação, Gilberto Figueiredo.

_“Ficou perfeito. As escolas demonstraram o quanto se dedicaram e que têm condições de se apresentarem em qualquer evento”, acrescentou a secretária-adjunta de Educação, Marioneide Kliemaschewsk.

A escola Raimundo Pombo, do bairro Parque Cuiabá, que representou a Coréia do Sul, foi a campeã do concurso. A delicadeza e a perfeição na coreografia apresentada pelo grupo, composto por 12 meninas de 9 e 10 anos, conquistaram os jurados, que deram a maior pontuação para a escola.

A diretora da escola Raimundo Pombo, Marcia Aparecida dos Santos, destacou os principais pontos que contribuíram para a excelente apresentação das alunas. “Temos uma equipe de profissionais comprometidos com a nossa escola. Eu costumo dizer que é uma equipe de excelência e isso é passado aos nossos alunos, que são determinados e disciplinados”, disse a diretora.

Além de aprenderem a cultura dos países, os alunos tiveram que aprender também sobre a história e a geografia desses lugares. “Eu aprendi que a Coreia fica muito longe do Brasil, fica na Ásia e bem próximo do Japão”, disse Rhadja de Freitas, 10 anos. “Eles têm umas manias um pouco diferente, como comer carne de cachorro. Eu achei meio esquisito”, acrescentou Bruna Oliveira, 10 anos. Mas, ambas as meninas disseram estar encantadas com as roupas e a maquiagem das coreanas. “É bem diferente da nossa, mas é muito bonita”.

Mesmo ficando em segundo lugar, as alunas da escola Gracildes Mello, que também representou a Coreia do Sul, conquistou o público e os jurados com a dança dos leques. “Perfeitas e encantadoras. Elas merecem a nota máxima”, disse a jurada, Caroline Lima, do núcleo de educação física do Univag-Centro de Ensino.

Para o diretor da Gracildes Mello, Benedito Peixoto, aprender a competir foi um dos pontos positivos que o concurso deixou para os alunos. “Mesmo com algumas dificuldades nossos alunos e professores se uniram para tentar fazer o melhor e o resultado foi essa bela apresentação”, ressaltou o diretor.

A escola Alzira Valladares ficou em terceiro lugar e em quarto lugar ficou a escola 8 de Abril.

Segundo a articuladora do Programa Mais Educação da Escola 8 de abril, Osvanira Francisca da Silva, o concurso ajudou a despertar nas alunas o gosto pela dança. “Além disso, também proporcionou a integração entre as escolas e contribuiu para despertar nos alunos o interesse por informações sobre esses países”, disse a professora.

Todos os integrantes do grupo e os professores da escola que conquistou o primeiro lugar foram premiados com Day Use no Sesi Park. Todos os alunos receberam troféu e medalhas.

Além das quatro finalistas, o evento contou com apresentações de alunos das escolas Maria da Penha de França, que apresentou o Cururu e Siriri; a escola Orlando Nigro, representando a Austrália; a escola Joana Dark da Silva, com a dança da Bósnia; e o grupo de bailarinos do Instituto de Balé Vôo Livre.





Fonte: O Documento

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/396616/visualizar/