Repórter News - reporternews.com.br
Comportamento
Terça - 24 de Junho de 2014 às 22:14

    Imprimir


Getty Images

Se você faz parte do grupo que acredita que homens são movidos pela luxúria e as mulheres pela monogamia e realização sexual ligada à intimidade emocional, pode estar enganado. Os desejos sexuais delas são realmente muito mais selvagens e imprevisíveis que os deles, segundo pesquisas mencionadas no livro republicado neste mês What Do Women Want?: Adventures in the Science of Female Desire (O que as Mulheres Querem?: Aventuras na Ciência do Desejo Feminino), de Daniel Bergner. Os dados são do jornal Daily Mail.

“Acho que uma das nossas suposições convencionais, de que as mulheres são biologicamente programadas pela evolução para serem menos promíscuas e menos sexualmente conduzidas, é um mito. Existe muito pouca evidência para apoiar essa teoria. Ela fica no caminho do entendimento sério”, disse o autor Bergner.

No início do livro, por exemplo, um teste determina o que realmente excita as mulheres. Com as partes íntimas monitoradas, voluntárias assistiram a uma série de imagens. “Os resultados revelam que as mulheres ficam excitadas por todos os tipos de vídeos. Mulheres heterossexuais ficam excitadas com mulheres nuas se exercitando; mulheres lésbicas se excitam com pornô gay masculino; ver macaco fazendo sexo é excitante”, comentou Bergner.

O mesmo teste realizado com homens descobriu que a sexualidade feminina é muito mais interessante que a deles, segundo o autor do livro. Quando viram as mesmas imagens que as mulheres, o que os excitou era muito mais previsível e muito mais “chato”, Bergner comentou.

No entanto, ainda nesse teste, muitas mulheres negavam o que as deixava no clima sexual. O aparelho mostrava muita excitação enquanto elas diziam que não se importavam com a imagem. Bergner comentou que isso mostra a repressão do desejo sexual imposta por “eras”. Muitos outros estudos mostraram que elas mentiam sobre o assunto ou tinham vergonha de admitir. Muitas vezes, só davam respostas honestas a perguntas, como se eles assistiam pornô e quantos parceiros sexuais tiveram, se fossem informadas que seus comentários seriam completamente anônimos.

publicidade

“Apesar de vivermos em uma cultura que é, em muitos aspectos, sexualmente desenfreada, ainda estamos inquietos, mesmo com medo, sobre o desejo das mulheres. Isso remonta eras”, comentou o autor.

Bergner disse que não pode dar uma resposta definitiva ao título de seu livro: o que as mulheres querem?. “Não quero dizer (por meio do título do livro) que tenho uma única resposta ou que uma única resposta existe. Isso seria não só arrogante, mas terrivelmente e monumentalmente idiota. Nós, seres humanos, somos complexos demais para respostas individuais e nossa complexidade é o que faz um livro como este um desafio.”





Fonte: Terra

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/397688/visualizar/