Repórter News - reporternews.com.br
Copa 2014
Sexta - 11 de Julho de 2014 às 15:06

    Imprimir


A goleada por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal Copa do Mundo vai abalar o preço da atual Seleção Brasileira, com exceção de Neymar. Já Fred, Julio César, Dante, Maicon e Daniel Alves estão entre os mais desvalorizados do elenco, enquanto Hulk foi o que mais perdeu valor de mercado. Os 23 jogadores convocados estão agora avaliados em € 449,8 milhões (R$ 1,36 bilhão), valendo € 20,4 milhões (R$ 61,6 milhões) a menos do que no início da Copa do Mundo (uma queda de 4,3%). É o que garante um estudo realizado pela Pluri Consultoria.


A pesquisa sobre o impacto da derrota histórica indica que os jogadores mais jovens devem sofrer menos desvalorização, principalmente os que já têm carreira consolidada na Europa. Porém, os profissionais mais velhos terão, pelo peso da idade, uma queda considerável de mercado.

Com 22 anos, Neymar consolidou na Copa do Mundo a sua condição de estrela mundial do futebol, além de ter tido uma boa participação na competição e não ter atuado no jogo trágico da campanha brasileira. Com isso, seu valor de mercado subiu 2,9%, passando de € 68,1 milhões (R$ 206 milhões) para € 70,1 milhões (R$ 212 milhões), sendo o terceiro mais valioso da Copa, atrás apenas de Lionel Messi (€ 137,2 milhões) e Cristiano Ronaldo (€ 95,6 milhões).

O estudo aponta que, em termos nominais, Hulk foi o que mais perdeu valor de mercado. Ele desvalorizou 10,4%, passando de € 41,2 milhões (R$ 124 milhões) para € 36,9 milhões (R$ 111 milhões), uma queda de € 4,3 milhões (R$ 13 milhões). Com 27 anos, Hulk chegaria na próxima Copa com 31 anos, o que bota em dúvida uma futura participação na Seleção.





Fonte: Globo Esporte

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/398803/visualizar/