Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Terça - 02 de Outubro de 2012 às 15:03
Por: Pollyana Araújo

    Imprimir


Vista aérea de Barra do Bugres
Vista aérea de Barra do Bugres

A diretora de uma escola estadual de Barra do Bugres, a 169 quilômetros de Cuiabá, é investigada por suspeita de emitir cheques sem fundo aos fornecedores de mercadorias destinadas à unidade de ensino. Um processo administrativo disciplinar foi instaurado para apurar os indícios de irregularidades através de uma portaria conjunta entre a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e Auditoria Geral do Estado (AGE), publicada no Diário Oficial de Mato Grosso que circula nesta terça-feira (2).

Além da diretora da escola, também serão investigados outros dois servidores que ocupam as funções de presidente e tesoureiro do Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar (CDCE), que também é responsável por assinar cheques e autorizar pagamentos. Ocorre que apenas a diretora assinou os cheques sem fundo, como consta na portaria.

"Na função de presidente do CDCE não teria cumprido com suas obrigações quando permitiu que a diretora da escola efetuasse pagamento a fornecedor com cheque do CDCE contendo apenas a assinatura dela; em tese, não teria levado ao conhecimento da autoridade superior as irregularidades que tinha ciência; em tese, não representou contra suposta ilegalidade ou abuso de poder", diz trecho da portaria que se refere a nutricionista da escola, que ocupa o cargo de presidente do Conselho.

A diretora também teria deixado de pagar outras dívidas feitas em nome da unidade escolar. A comissão terá o prazo de 60 dias para concluir o trabalho de investigação, podendo ser prorrogado por mais 60 dias.





Fonte: Do G1 MT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/40063/visualizar/