Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Terça - 02 de Outubro de 2012 às 09:58
Por: Lucas Perrone

    Imprimir


   O prefeito Ananias Filho (PR) e o deputado Percival Muniz (PPS) dominaram o segundo debate entre os candidatos majoritários de Rondonópolis realizado pela TV Cidade/Record nesta segunda (1). Enquanto eles polarizavam as discussões dentro do estúdio, militantes disputavam cada centímetro do lado de fora da emissora.

 

   O petista Juca Lemos, que também participou, teve uma postura mais moderada. Ressaltou ter o apoio do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff, ambos do PT, e afirmou disputar sem apelar para "baixarias". Também prometeu a redução da tarifa de ônibus, mas só se destacou por se tornar alvo de uma discussão entre os dois adversários.

   Numa referência à falta de água no município, Ananias lembrou que Percival não nomeou técnicos para cuidar do Serviço de Saneamento de Água e Esgoto (Sanear) à época em que foi prefeito. “O que houve é que o Percival chamou o Juca Lemos e depois o Rivilino, que era professor, para cuidar do Sanear”, disparou. A gestão técnica do setor foi uma promessa do deputado, que afirmou que a deficiência no abastecimento começou quando o republicano assumiu a cidade porque ele estaria cuidando do setor visando apenas a política. Em resposta às críticas, Percival justificou a escolha de Juca alegando uma estratégia para facilitar a arrecadação de recursos federais, já que Lula era o presidente do país na época.

   O clima voltou a esquentar entre eles quando Percival prometeu a construção de conjuntos habitacionais mais próximos ao centro da cidade para que os beneficiados não tenham que viver como "bichos do mato". Ananias aproveitou a deixa para acusar o adversário de taxar os moradores de bairros periféricos de "bichos do mato" e foi rebatido. O deputado jogou a culpa nos políticos que não oferecem infraestrutura necessária a estas comunidades. Ambos prometeram divulgar na internet as listas com os nomes das pessoas que receberam as casas populares para evitar casos de fraude ou favorecimentos ilícitos.

   O republicano também provocou Percival ao afirmar ser "ficha limpa", ressaltando que contra si não há qualquer tipo de processo por improbidade ou na área criminal. O deputado respondeu afirmando que a maior parte dos processos que acumula da época em que foi prefeito foram motivados por uma desavença pessoa com um promotor de Justiça. Ananias, por sua vez, ressaltou ações propostas entre 2001 e 2004 que teriam sido provocadas pelo então vice de Percival, Marcos Reis. O socialista rebateu afirmando que até mesmo o Padre Lothar Bauchorowitz, que atua na Vila Operária, é réu injustamente. “Se eu registrei minha candidatura é que sou ficha limpa”, disse, ressaltando que trabalha para arquivar todos os processos que responde.

   Os três candidatos devem se enfrentar novamente nesta quinta (4) no debate na TV Centro América.





Fonte: RDNEWS

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/40094/visualizar/