Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Quinta - 18 de Junho de 2015 às 08:51

    Imprimir


O lateral brasileiro Daniel Alves criticou duramente o árbitro chileno Enrique Osses por ter expulsado Neymar depois da derrota por 1 a 0 do Brasil para a Colômbia, na quarta-feira, em Santiago, em duelo válido pela segunda rodada do Grupo C da Copa América.

"Os árbitros têm que parar de pensar que são os protagonistas. Os protagonistas não são eles, estão aqui apenas para controlar o jogo", lamentou o atleta do Barcelona, visivelmente inconformado com as decisões do juiz, que também havia dado um cartão amarelo para Neymar no primeiro tempo.

Depois do apito final, o camisa 10 acertou uma bolada em Armero, ameaçou dar uma cabeçada em Ibarbo e ainda levou empurrão de Bacca, que também foi expulso.

"Já estamos acostumados. Aqui, na América do Sul, todos estão contra o Brasil. Eles conhecem a personalidade do Neymar e sempre vão atrás dele", insistiu o lateral de 32 anos.

O meia Willian também reclamou da arbitragem. "Os árbitros precisam olhar para Neymar com mais respeito. Todo mundo bate nele, comete faltas, mas é ele que leva cartão amarelo", criticou.

O jogador do Chelsea, que, como Neymar, teve atuação apagada, admitiu que o Brasil não esteve à altura contra os colombianos.

"Algumas coisas não funcionaram. Jogamos muito pelo meio. As laterais estavam abertas, e não aproveitamos. Vamos tentar continuar com cabeça erguida, porque no domingo teremos outro jogo importante", avisou.

Com a derrota, a seleção brasileira precisa vencer a Venezuela no próximo domingo para não depender de outros resultados para avançar às quartas de final, mas não poderá contar com Neymar, que terá de cumprir suspensão.

"Temos que ter tranquilidade e serenidade para superar esses momentos difíceis, e nos bons momentos não pensar que somos tão bons assim", completou Daniel Alves, um dos sete remanescentes do fiasco da Copa do Mundo na seleção que disputa a Copa América. 





Fonte: BAND, com AFP

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/414309/visualizar/