Repórter News - reporternews.com.br
Turismo
Quinta - 03 de Dezembro de 2015 às 09:32
Por: Naiara Leonor

    Imprimir


Foto: Reprodução / Ilustração

Nova rota turística “Atacama-Pantanal” é apresentada por comitiva de Mato Grosso em reunião no Chile

Os mochileiros que procuravam um novo roteiro de viagem pelas belezas naturais da América do Sul podem ficar atentos a nova proposta dos países que compõem a Zona de Integração do Centro Oeste Sul-Americano (Zicosur). Do clima árido do deserto as regiões alagadas do pantanal, um dos assuntos que serão discutidos na reunião do grupo, é a criação de uma rota turística que ligará o Deserto do Atacama no Chile ao pantanal de Mato Grosso.

A reunião que discutirá a criação dessa nova rota de turismo está sendo realizada no Chile e conta com a presença de representantes dos países pertencentes ao Zicosur: Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Paraguai e Peru. A comitiva de Mato Grosso é formada pelo secretário de Articulação e Desenvolvimento Regional, Eduardo Moura, o professor da UFMT, Luiz Miguel de Miranda, os representante André Schelini, do Sebrae, e Serafim Melo, da Fiemt. Além do turismo, questões que envolvem infraestrutura também serão abordadas.

De acordo com a assessora de Assuntos Internacionais do Gabinete de Governo, Ariana Guedes de Oliveira, a ideia de elaborar um trajeto que una o deserto mais seco e mais alto do planeta com a maior planície inundável do mundo surgiu por parte do governo chileno, que está ajudando a divulgar essa possibilidade de turismo. “Tanto nós quanto o Governo de Mato Grosso do Sul abraçamos essa causa e vamos encabeçar esse tema já no primeiro dia de reunião, que começa nessa quinta-feira”, explica a assessora.

Outra ação que será defendida pelo grupo mato-grossense ao Zicosur é a pavimentação de 300 quilômetros de estrada de terra, no trecho que liga Cáceres à cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra. Para essa pavimentação em solo da Bolívia é estimado o custo de R$ 400 milhões. “Com o asfaltamento desse trecho Mato Grosso passa a contar com uma importante rota de escoamento da sua produção pelo oceano pacífico, utilizando os portos do Chile e do Peru”, acrescenta Ariana.

Nesta sexta-feira (04), o grupo de Mato Grosso participará de um encontro de negócios com empresários da Ásia, em sua maioria da China e Vietnã. Na oportunidade, as potencialidades econômicas de Mato Grosso serão apresentadas com o propósito de atrair investidores do mercado asiático e dos países que fazem parte do Zicosur.

A Feira Internacional de Turismo do Pantanal-FIP/2016, marcada para abril do ano que vem em Cuiabá, também será divulgada durante a reunião no Chile. “Mato Grosso até ano passado não tinha uma política de governo de realizar anualmente eventos internacionais. Nós estamos tratando de mudar isso, porque entendemos que em tempos de crise como a que o País está vivendo, a saída é atrair o olhar do mundo ao que nós temos para oferecer”, comenta a assessora de Assuntos Internacionais do Gabinete de Governo.

Além do Chile, Mato Grosso participou de eventos internacionais em países como China, Estados Unidos, Espanha, Bolívia, e nesta semana na França, onde o governador Pedro Taques participa da Conferência do Clima (COP 21), aberta na última segunda-feira (30), em Paris.




Fonte: Olhar Direto

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/418888/visualizar/