Repórter News - reporternews.com.br
Nacional
Quinta - 05 de Outubro de 2017 às 09:01

    Imprimir


Uma ligação de emergência para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) terminou em discussão e xingamentos em Mogi Mirim (SP).


De acordo com a gravação, obtida pela EPTV, um homem liga para a central e pede atendimento a uma vítima de um acidente de moto. Durante a conversa, o médico faz questionamentos sobre o estado de saúde da mulher, os dois se desentendem e ele xinga o morador de “filho da p. e imbecil”.

De acordo com o áudio, o homem que ligou questiona as perguntas feitas pelo médico e afirma que precisa de uma ambulância no local. Ao falar que a mulher está desacordada, o médico diz que vai mandar uma ambulância e afirma que “era isso que ele queria ouvir”.

Depois disso, começa uma série de xingamentos. Leia abaixo um trecho do diálogo.

Médico: Ela está machucada?

Morador: Ela está desacordada, meu senhor.

Médico: Tá bom, estou enviando a ambulância […] Então, é isso que eu queria ouvir, mas a sua ignorância é tanta que você não consegue responder.

Morador: E a demora de vocês é tanta também, pelo amor de Deus.

Médico: Que demora? Não faz um minuto que você está falando comigo, imbecil. Filho de uma p. Idiota.

Morador: Manda a ambulância aqui, tá precisando. O filho de uma p. é você.

Médico: Vai se f…

Morador: Está sendo gravado, viu?

Médico: A minha também está sendo gravada. Vai tomar no seu c. Filho de uma p.

O que diz a Prefeitura

A Prefeitura de Mogi Mirim informou que pediu a abertura de uma sindicância ao consórcio responsável pelo serviço e que o médico foi afastado da função. A apuração tem prazo de conclusão de 30 dias, podendo ser prorrogada por mais 30.

Fonte: Caxias Online





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/426460/visualizar/