Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quinta - 05 de Outubro de 2017 às 14:32

    Imprimir


Thiago Marques Tapajós, 28 anos, detido na última terça-feira (03) acusado de matar a travesti Natalia Pimentel, na região do ‘Zero KM’, no Jardim Potiguar, em Várzea Grande, já foi preso por assassinar dois irmãos após uma briga de bar, no ano de 2011, no bairro Cidade Alta, em Cuiabá. Além disto, ele também foi alvo de tentativa de homicídio.

Os irmãos, José Erito Meira de Arruda e Joenilton Meira de Arruda, foram mortos em um bar da Capital. Segundo consta no processo, em data anterior ao duplo homicídio, as vítimas e mais dois irmãos teriam entrado em luta corporal com o acusado.

Na data do crime, ‘Thiagão’ – como é conhecido – chegou ao bar em um veículo Corsa e desafiou José para jogar sinuca, mediante aposta, em valores de dinheiro. A vítima então se negou e os dois iniciaram uma discussão, trocando ofensas entre si. Em seguida, Thiago saiu do local do crime, pegou uma arma no veículo e retornou.

Thiago surpreendeu primeiramente Joenilton, com os disparos de arma de fogo, e, em seguida, também disparou contra José, que era deficiente físico. Depois disto, entrou no carro e fugiu. A primeira vítima foi atingida na região torácica direita. A bala saiu pela região torácica esquerda e ficou alojada no cotovelo esquerdo dele.

José Eriton foi atingido nas regiões torácica esquerda e no hipocôndrio esquerdo (abdômen). Um dos projéteis alojou-se na região lombar esquerda. As vítimas foram socorridas por populares e levadas para a policlínica médica do bairro Verdão, onde chegaram em óbito. Interrogado, Thiago confessou os crimes, quando afirmou que o seu principal alvo era José Eriton.

Além disto, ainda disse durante depoimento que resolveu matar os dois irmãos porque “se matasse somente um, o outro iria ficar lhe enchendo o saco”. Em 2012, o suspeito foi preso no bairro Tijucal suspeito de comandar uma boca de fumo. Ele foi detido com o seu comparsa, Manoel Paulo de Moura Neto, de 20 anos.

Morte de travesti

Thiago foi preso em um residencial no bairro Osmar Cabral, em Cuiabá, no início da tarde de terça-feira (03), pela equipe do delegado Flavio Stringueta. O crime aconteceu no dia 24 de julho deste ano. O vídeo de uma câmera de segurança mostra o momento em que a travesti conversando com outra colega, em frente a um motel, quando o motorista de um VW Gol acelera e joga o veículo contra as duas. A vítima estava de costas quando foi atingida pelo carro e foi jogada para o alto, antes de cair no chão, já desacordada.

Desesperada, a outra travesti que estava com Natalia corre até a amiga pra tentar ajudá-la. A vítima chegou a bater parte da coluna no meio fio. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi rapidamente acionado e a encaminhou para o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG).

Natalia ficou internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu aos ferimentos e teve morte cerebral. Logo depois, houve uma parada cardíaca. O crime está caracterizado como homicídio doloso (quando há intenção de matar) e as investigações seguem sob a coordenação da DHPP





Fonte: Olhar Direto

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/426466/visualizar/