Repórter News - reporternews.com.br
Comportamento
Sexta - 29 de Dezembro de 2017 às 06:37
Por: folhamax

    Imprimir


A Coordenadoria Militar do Tribunal de Justiça de Mato Grosso promoveu ações no sentido de aprimorar a segurança dos servidores, magistrados e jurisdicionados que transitam pelas unidades do Poder Judiciário mato-grossense. Foram realizadas capacitações com os militares da instituição, adquiridos materiais de segurança e recolhidas milhares de armas.

Os militares participaram de um curso de Segurança Orgânico, em parceria com a Escola de Servidores e a Polícia Militar, fizeram capacitação continuada em Segurança de Autoridades e capacitação em tiro policial com armas curtas e longas.

O TJMT adquiriu detectores de metal, equipamentos de inteligência, coletes de proteção balística, sistema de telecomunicações PM, extintores de incêndio para todas as comarcas e consultoria em segurança para todas as unidades judiciárias. As medidas atenderam à Resolução nº 176/2013 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Entre os meses de janeiro e novembro, foram recolhidas 10.404 armas e 30.007 munições oriundas de processos judiciais das 79 comarcas de Mato Grosso. O armamento foi encaminhado para destruição pelo Exército Brasileiro, conforme previsão da Resolução nº 134/2011 do CNJ.

Segundo o coordenador militar do TJMT, coronel Rhaygino Sarly Rodrigues Setúbal, várias frentes de trabalho foram desempenhadas com o objetivo de melhorar cada vez mais a segurança no Poder Judiciário.

“Entre as medidas de segurança que a coordenadoria Militar adotou também está o levantamento de informações, reforço do efetivo de seguranças nas dependências das instituições do Poder Judiciário. Além disso, também buscamos consultorias e projetos de segurança para aperfeiçoarmos ainda mais a segurança tanto dos magistrados, quantos dos profissionais que atuam junto à Justiça”, frisou.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/426719/visualizar/