Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Educação/Vestibular
Sábado - 30 de Dezembro de 2017 às 07:28
Por: folhamax

    Imprimir


A Escola dos Servidores Des. Atahide Monteiro da Silva do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) completou nove anos de existência em abril de 2017. Com a missão de viabilizar, mediante ações de educação continuada, o crescimento humano e técnico dos colaboradores do Poder Judiciário, a Escola capacitou neste ano quase cinco mil servidores.

Em 2017 o foco de atuação da Escola dos Servidores foi a efetivação da política e matriz de capacitação alinhadas às lacunas apontadas nas avaliações de desempenho realizadas pelos servidores, permitindo assim que as ações de capacitação desenvolvam conhecimentos, habilidades e atitudes aos servidores com maior eficácia. Nesse sentido, foram realizadas 219 capacitações, que atenderam 4.871 servidores. Destes, 21 cursos foram ofertados na modalidade de Ensino à Distância (EAD), por meio da Plataforma Virtual de Aprendizagem do Poder Judiciário.

A implantação da plataforma de ensino foi um dos marcos do primeiro ano de gestão do desembargador-presidente Rui Ramos. De acordo com a gestora administrativa do Ensino à Distância do TJMT, Juciley Maria Lopes da Costa, a adoção dos cursos EAD trouxe dinamismo e acessibilidade, em especial aos servidores que trabalham nas comarcas mais distantes. “Os cursos à distância deram oportunidade a mais para quem mora no interior, antes era preciso se deslocar até Cuiabá para se capacitar, com a nova modalidade o curso é feito na própria cidade, o que alia conforto para o participante e economia para o Judiciário que deixa de dispender recursos em diárias”, destacou.

A formação da primeira turma de pós-graduação do TJMT, que conta com 40 alunos servidores, também foi um marco deste ano. O ‘MBA em Direito: Administração Pública’, realizado em parceria com a faculdade de Direito da Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro (FGV-Direito Rio), ofertou nove módulos de formação em 2017. As atividades continuam em 2018, com a previsão de realização de mais dez módulos.

“Ainda durante o período de transição das gestões, constatamos a necessidade de se investir mais nos servidores e equilibrar as oportunidades de qualificação entre Capital e interior. Com isso pretendemos melhorar ainda mais a qualidade do Judiciário mato-grossense. Além de graduar os servidores, queremos preparar novos líderes para o Poder do futuro. Continuaremos trabalhando nesta vertente em busca de uma Justiça melhor”, afirmou o presidente do TJMT, Rui Ramos.

Outras centenas de capacitações foram realizadas pela Escola de Servidores, entre palestras, cursos técnicos e orientações comportamentais destinadas àqueles que jurisdicionam no TJMT. Entre eles, o curso de atualização sobre o novo Código de Processo Civil (CPC), curso de Direito Bancário, de Orçamento Público, curso de Controle Interno, Riscos e Governança no Setor Público e outros, que aliam a teoria à prática visando a valorização do servidor e a melhoria do atendimento prestado à população. Além disso, a escola atuou em parceria nas capacitações para manuseio do Processo Judicial Eletrônico (PJe).

O oficial de justiça da Comarca de Rondonópolis Felipe Lopes Lucena, que é aluno da pós-graduação em Administração Pública, reconhece a importância das capacitações oferecidas pela Escola de Servidores. “É motivador para o servidor que está em uma comarca do interior, que está longe do Tribunal de Justiça, pois ele se sente valorizado. Percebe que o Tribunal está dedicando recursos e tempo a ele. Para que o servidor esteja mais capacitado a entregar uma prestação jurisdicional melhor”, comentou o servidor.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/426747/visualizar/